Em seu Tricentenário, Cuiabá ganha videoclipe com composição de Eduardo Mahon e Rubenio Marcelo

Da Assessoria | Já tendo sido citada anteriormente em várias composições musicais e celebrada por artistas de várias partes do Brasil, a capital mato-grossense – que inclusive já foi até tema de samba-enredo na Sapucaí – recebe agora, por ocasião do seu Tricentenário, tributo especial dos escritores e acadêmicos Eduardo Mahon (MT) e Rubenio Marcelo (MS): autores da canção “Cuiabá”, lançada em videoclipe no youtube e que possui a seguinte sinopse autoral: ‘Cuiabá faz 300 anos. A cidade é um microcosmo próprio. Letra e música unem-se na aclimatação poética. Se não houve oportunidade de nascer em Cuiabá, temos agora ocasião de comungar com ela nossa convivência. A música de Rubenio Marcelo e a letra de Eduardo Mahon uniram-se numa nova certidão de nascimento onde se encontram o novo e o velho Mato Grosso pela poesia e pela música de dois filhos agradecidos’.

Advogados e escritores, ambos com vários livros publicados, os dois autores são confrades das Academias Sul-Mato-Grossense de Letras e Mato-Grossense de Letras: Rubenio é o atual secretário-geral da ASL e membro correspondente da AML (reside em Campo Grande-MS); e Mahon, que reside em Cuiabá-MT, é ex-presidente da AML e membro correspondente da ASL.

Ilustrado com fotos temáticas gentilmente cedidas pelos fotógrafos Oscar Jr. e Priscila Ferreira (de Cuiabá-MT), possuindo 4 minutos, o clipe foi editado no Home Studio Galvão, em Campo Grande, onde também foi gravada a bela composição de Rubenio e Mahon. O intérprete escolhido é possuidor de uma das melhores vozes regionais: cantor Áttila Gomes, que é natural de Rondonópolis/MT, tendo residido em Cuiabá, e atualmente é radicado na capital sul-mato-grossense. Portanto, no limiar dos seus 300 anos, a ‘Cidade Verde’ ganha mais esta homenagem: expressa em linguagem musical e composta por dois atuantes e ecléticos escritores contemporâneos.

Share Button