A Cia Sinfônica conquista o mundo com sua arte

Numa empresa extremamente profissional, músicos cuiabanos fazem sucesso em Cuiabá e até fora do Brasil, contratados por meio das redes sociais

Eduardo Carvalho, da Cia Sinfônica

por João Bosquo | Vamos casar?! Quem casa quer ‘minha casa minha vida’. Antes disso, todavia, quem casa quer que a cerimônia de casamento seja simplesmente inesquecível, principalmente as noivas mais apaixonadas. Não temos noivas fujonas, como vemos nos filmes “Noiva em fuga”, e nem noivos desesperados como em “Procura-se uma noiva”, mas temos, sim, muitos e muitos casamentos, renovações de votos e para que essas cerimônias se tornem inesquecíveis é preciso que o cenário e a música sejam impecáveis. Afinal o que fica nas nossas lembranças é aquilo que vemos e escutamos.

As responsáveis por essa produção impecável são as empresas do segmento de produções musicais de eventos, no qual se destaca entre nós a Cia Sinfônica, uma empresa genuinamente mato-grossense, que está há 25 anos, isso mesmo, um quarto de século, no mercado e hoje se situa entre as dez maiores empresas do Brasil e chega a fazer 350 casamentos por ano, quase um casamento por dia, fora formaturas e outras comemorações.

A Cia Sinfônica é a realização de um projeto de quatro irmãos Eduardo Carvalho, Priscila Carvalho, Álvaro Carvalho e Fabrício Carvalho, o regente da nossa Orquestra Sinfônica da UFMT (Universidade Federal de Mato Grosso), que, por conta de suas funções, não participa diretamente da administração da empresa, sendo um mero sócio quotista, segundo o Eduardo, que comanda mais diretamente a empresa.

A empresa Cia Sinfônica realiza o que se denomina ‘produção musical completa’, ou seja, vai além da execução das músicas de entrada na igreja e de banda de baile. Segundo Eduardo Carvalho, a empresa nesses 25 anos, procura trabalhar de forma impecável, para que apenas lembranças boas da cerimônia do casamento permaneçam.

Além de ser uma empresa familiar em formação contratual é também uma empresa que trabalha com quadros próprios. Eduardo diz que os músicos são contratados, de carteira assinada e, pelo visto, jamais poderão ser terceirizados, e isso é que garante também o profissionalismo sempre presente “dando forma e conteúdo às apresentações, grandes ou pequenas, sempre buscando a perfeição e emoção em cada nota musical”. Eduardo faz questão de destacar que não trabalha com freelance. Aquele que você contrata hoje e dispensa amanhã. Não. O frila se errar, o trabalho já era, mas a responsabilidade fica apenas com a empresa. E como metáfora lembrou-se dos 7 x 1 da Alemanha contra o Brasil no Mineirão. “Não adianta você ter um monte de craques, mas que são mal treinados. Tem que ter treinamento, conjunto”.

Além disso a empresa trabalha com um lema: “Nosso compromisso é inadiável”, e explica: a oficina pinta o carro e o cliente não fica satisfeito, o pintor pede para trazer de novo e faz quantas demãos necessárias até achar a cor certa. Com casamento não existe essa possibilidade. “Não podemos errar – afirma – porque não temos como corrigir”.

Quanto ao repertório ele é composto por variados estilos musical, adequado a cada tipo de evento, do erudito ao popular, músicas evangélicas, católicas, temas de filmes, jazz e temas infantis. “A autenticidade na Cia. Sinfônica é regra, por isso, quem faz o repertório e determina o tamanho de cada grupo musical é cliente”.

Além da variedade musical – do sinfônico ao popular, passando pelo sertanejo – a empresa acompanha o evento do início ao fim, da entrada do primeiro convidado na igreja até o último a sair da festa, passando pela produção dos cenários. “Tudo que você vai ver e ouvir no evento, tôda experiência multimídia do evento, é de nossa responsabilidade”. E nos mostra um vídeo, que se encontra na rede social, no qual se vê a decoração, a pista de dança, o palco, enfim tudo, menos a gravação em vídeo.

Uso das redes sociais. Para localizar a Cia Sinfônica e os serviços prestados, os interessados devem acessar as mídias sociais, com destaque para o Instagram (@ciasinfonica) que tem mais de 51 mil seguidores. No Google, ao se digitar ‘entrada de noiva’ – varia de hora e local – vai aparecer listado no Youtube um vídeo Cia Sinfônica, com mais de três milhões de acesso. Vamos combinar, são mais acessos que ao acessos de muitos cantores top, por aí.

Por conta disso a empresa já realizou casamentos fora do Brasil. Ano passado foram dois na Itália, dois em Portugal, um no Japão e outro nos Estados Unidos. O sétimo será dia 6 de setembro em Paris. Por favor, não se atrase. O ideal é que o contato deva ser feito um ano antes, para acertar dos detalhes. Como já vimos praticamente todos os dias temos um casamento sendo conduzido pela empresa dos irmãos Carvalho. Crise? Sim, existe uma crise, agravada – opinião deste repórter – pelo governo golpista, mas Eduardo Carvalho, que nesses 25 anos já assistiu algumas, diz que crise é como uma gripe, ela cumpre o seu ciclo e depois retornamos ao caminho. Tomara.

Share Button