Atletas elogiam organização e qualidade dos locais de provas

Foto: Meneguini/Secom-MT

Os participantes das Olimpíadas Escolares 2012 nas mais diferentes modalidades, atletas, comissão técnica e torcedores que estiveram presentes na cerimônia de abertura que aconteceu neste domingo (25.11) nas dependências do Ginásio Poliesportivo Aecim Tocantins são unânimes ao confessar surpreendidos com a qualidade dos locais de disputas e, fizeram questão de destacar, a receptividade do povo cuiabano.

As Olimpíadas Escolares, que seguem até o dia 8 de dezembro, reúnem mais de quatro mil jovens atletas que disputarão medalhas em 13 modalidades (atletismo, basquete, ciclismo, futsal, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, taekwondo, tênis de mesa, vôlei, vôlei de praia e xadrez) e conta com representantes de 25 estados brasileiros, mais o Distrito Federal, uma delegação de Cuiabá, como cidade anfitriã, e do Reino Unido, convidado internacional.

O judoca peso-pesado Hugo Praxedes, 16 anos, da Escola Estadual Ernesto Monte (SP), ao desembarcar do ônibus de transportes do alojamento até o Aecim Tocantins, elogiou a organização do local e disse que esse clima proporciona segurança aos atletas. Falando da competição, Hugo disse: “vim para buscar medalha de ouro e voltar feliz”. Ele conta que começou no judô por conta da irmã mais velha e ‘pegou base’ no Sesi, de São Paulo.

Colin Allen, da Comissão Técnica da Grã-Bretanha, convidada internacional, explicou que a equipe que participa dos jogos olímpicos escolares em Cuiabá é formada por atletas-alunos de diversos pontos do Reino Unido, composta no total por 20 atletas sendo oito nadadores, dez no vôlei e dois no vôlei de praia e 12 técnicos.

Allen disse que a participação nas Olimpíadas Escolares tem como meta, primeiro, agregar experiência aos seus atletas e, segundo, conhecer o Brasil, manter um intercâmbio técnico. Ele se disse surpreso com a estrutura montada pelos organizadores.

A técnica de vôlei de praia, Joana Amaral, da comitiva de Pernambuco, disse que os atletas pernambucanos estão bastante motivados e a participação nos jogos olímpicos servirão como laboratório na preparação dos futuros atletas, com pensamento voltado para as Olimpíadas de 2016.

Joana conta que foram cinco horas de voo, de Recife-São Paulo-Cuiabá, sem contar os deslocamentos, mas tudo está valendo a pena. Segundo ele, o clima de Cuiabá chamou bastante a atenção.

A estudante Jéssika, da rede Estadual de Ensino, foi escalada para torcer pela equipe do Paraná, durante a abertura. Ela conta que achou a festa muito muito bonita, com destaque para as danças, e o momento da chegada da tocha olímpica nas mãos do atleta de vôlei de praia Alison Cerutti. A pira olímpica foi acesa pela medalhista Sarah Menezes, tricampeã das Olimpíadas Escolares, bicampeã mundial júnior e medalhista de ouro nos Jogos Olímpicos Londres 2012.

Fonte: Secom/MT

Share Button