Banco do Brasil divulga resultado do Programa de Patrocínio 2017/2018

Foram selecionados projetos para compor a programação dos CCBBs BH, DF, RJ e SP, além de outros a serem realizados em todo o país

O Banco do Brasil divulgou o resultado do Programa de Patrocínio 2017/2018 – “Patrocínio – Banco do Brasil” e “Patrocínio – Centro Cultural Banco do Brasil”. Os projetos selecionados podem ser consultados no site www.bb.com.br/patrocinios e www.bb.com.br/cultura.

Durante o período de inscrição, entre 22 de agosto e 26 de setembro de 2016, o BB recebeu 9.783 propostas, sendo 6.279 destinadas à programação dos centros culturais (CCBBs) de Belo Horizonte, Brasília, Rio de Janeiro e São Paulo e 3.504 para eventos ambientais, sociais, culturais e esportivos a serem realizados nos 26 estados e no Distrito Federal.

Os projetos foram analisados por corpo técnico do Banco do Brasil e, no caso dos inscritos para compor a grade dos CCBBs, ainda houve apreciação por um grupo de especialistas de mercado.

Edital CCBBS – Para a programação dos CCBBs BH, DF, RJ e SP – “Patrocínio – Centro Cultural Banco do Brasil” foram selecionados 110 projetos, dentre os 6.279 recebidos. Outras 256 propostas compõem o banco de projetos, caso haja disponibilidade na grade. Eventos prospectados ainda poderão completar o calendário dos centros, na impossibilidade de ocupação por proposta inscrita no edital.

Para a seleção, foram considerados os critérios de inovação, originalidade, brasilidade, memória cultural, abrangência de público, fomento a novos talentos, relevância conceitual e temática, experiência e ficha técnica. A escolha dos projetos foi orientada, ainda, pela viabilidade técnica e adequação física de cada Centro.

Destaques da Programação 2017-2018 – Para Exposição, destaque para a interatividade em mostras como “Esquinas que me atravessam”, instalação (site specific) proposta pelo artista plástico Rodrigo Sassi, com referências visuais provenientes do cenário urbano; “A Arte Eletrônica na Época Disrruptiva”, que propõe uma imersão nas novas tecnologias, bem como interação nas novas mídias; e “A Arte de Amélia Toledo – O Domínio do Elementar”, na qual grande parte das obras será de recente produção da artista e feitas unicamente para ocupar as salas expositivas do CCBB. A seleção também traz dois ícones do século XX: “Basquiat” e “Bauhaus”. A primeira é dedicada ao renomado artista norte-americano Jean-Michel Basquiat, com obras, imagens e uma série de cadernos de anotação, nunca antes expostos, que refletem seu compromisso com a contracultura de grafite e hip-hop em Nova York. A segunda reunirá obras relacionadas à influente escola Bauhaus, que revolucionou o design moderno, ao unir arte, engenharia e artesanato.

Na área de Artes Cênicas, deverão ser realizados espetáculos em diversos gêneros. No infantil, “Bê–a–Bach”, composições de Bach serão executadas ao vivo. O gênero musical será representado por “L, O Musical”, com texto de Daniela Pereira de Carvalho, direção de Sérgio Maggio e com Ellen Oléria e Elisa Lucinda no elenco. Destaque também para as peças “Dostoiévski – Trip”, com direção de Cibele Forjaz e Caio Blat no elenco, e “Platonov ou a Peça sem Nome”, novo trabalho da Companhia Brasileira de Teatro, montagem inédita no Brasil do primeiro texto do autor russo Anton Tchekhov, que trata da desilusão em um país sem heróis e mergulhado no caos e na falta de esperança, com Marcio Abreu na direção e atuação de Renata Sorrah e Inez Viana, dentre outros.

No Cinema, atores e diretores consagrados ganham mostras de suas filmografias, dentre eles, Akira Kurosawa, Buster Keaton e Spike Lee. Também está mantido o apoio a exibições como a Mostra do Filme Livre e o Festival Assim Vivemos.

Na Música, shows comemoram o nascimento de homenageados: “Egberto 70”, com a participação do próprio Egberto Gismonti, e “Roberto Menescal – A Nova Bossa em 80 RPM”. O meio século de um movimento da vanguarda nacional também será lembrado em “Fest CCBB Alegria Alegria – 50 anos de Tropicália”. Outro destaque é “Cena PE Convida”, série musical que unirá diferentes gerações da cena musical pernambucana.

Em Ideias, como em edições anteriores, as propostas promovem a reflexão sobre temas relevantes da sociedade contemporânea, da história da arte e das manifestações artísticas, por meio de palestras, debates, oficinas, seminários e mesas-redondas. Dentre os projetos selecionados, “HQ Brasil”, que tem por objetivo refletir sobre os quadrinhos brasileiros, em seus diversos estilos e conteúdos; e “Escritores em exílio e escritores refugiados: AP”, que versa sobre o impacto provocado na vida e na produção literária de escritores submetidos compulsoriamente à condição de afastamento do país natal, como Dng Thu Hng¹ (Vietnã), Koulsy Lamko (Chade), Yoani Cordeiro (Cuba), Mohsen Emad (Irã), Atiq Rahimi2 (Afeganistão).

Edital Banco do Brasil – Para o edital “Patrocínio – Banco do Brasil” foram selecionadas 305 propostas de todos os estados brasileiros, além do Distrito Federal, para serem realizadas no período de 1º de março de 2017 a 31 de dezembro de 2018. Os projetos terão apoio financeiro do BB para realização de eventos ambientais, sociais, culturais e esportivos em todo território nacional. No total, foram inscritas 3.504 propostas.

A seleção considerou os seguintes atributos: brasilidade, visibilidade, risco, responsabilidade social, democratização, valorização dos relacionamentos, criatividade/originalidade, responsabilidade ambiental e acessibilidade.

Inicia-se agora a Fase de Habilitação Jurídica e Regularidade Fiscal e Trabalhista dos projetos, na qual o proponente deverá encaminhar a documentação solicitada para o endereço da unidade correspondente.

Share Button

Admin

Este perfil publica Releases e material Da Assessoria

Você pode gostar...