Casa Barão de Melgaço recebe gesto de solidariedade da Secretaria de Estado de Cultura

Por Elizabeth Madureira Siqueira | Frente aos últimos acontecimentos de barbarismos ocorridos na Casa Barão de Melgaço, a Secretaria de Estado de Cultura, através do Secretário Kleber Lima, manifestou sua solidariedade, recebendo, com todas as honras e notável elegância, os membros do Instituto Histórico e Geográfico de Mato Grosso e da Academia Mato-Grossense de Letras, em reunião ocorrida no dia

Share Button
Continue lendo

Há 82 anos nascia o folclórico Fufu-de-Veado

Por Wilson Pires | Travessa Aquidaban, nº 25. Conhecida por todos em Várzea Grande por um apelido simplório: Beco do Porrete. Armazém do Bugrelo. É ali que residia um dos personagens mais folclóricos da cidade Industrial: João Cassiano Botelho, livramentense de nascimento, 03 de outubro de 1935, o popular Bugrelo ou ainda Fufu-de-veado, se tivesse vivo faria 82 anos. Dizem que

Share Button
Continue lendo

Viva Silva Freire! – Por Cristina Campos

Por Cristina Campos | Neste 20.09, Benedito Sant’Ana da Silva Freire completaria 89 anos. De alma irrequieta, foi poeta, jornalista, advogado, sempre ativo na defesa da cultura cuiabana e de causas sociais. Apesar de bem conhecido pelos cuiabanos tradicionais, sua obra poética ainda se encontra em relativa obscuridade, talvez por ser considerada hermética – uma das razões é o uso/registro do

Share Button
Continue lendo

Deixaram acabar o campo sagrado do futebol mato-grossense onde jogaram Pelé, Garrincha, Mazurkiewicz, Ruiter, Bife e outros. Ninguém punido. Só o sofá!

O SOFÁ Por José Antonio Lemos | Ainda com a alma exultante pela vitória do Cuiabá no último domingo em Alagoas, lembro a antiga piada do marido que chega de repente em casa e flagra uma cena de traição no sofá da sala. Tentando demonstrar autoridade e poder toma uma decisão drástica, vendeu o sofá. Ela pode até nem ser

Share Button
Continue lendo

Microprivatização da Arena – Por José Antônio Lemos

    Sempre que posso vou à Arena Pantanal torcer pelos times mato-grossenses e domingo passado fui assistir Dom Bosco e Sinop, às 10 horas da manhã. Apesar do horário alternativo aparentemente impróprio “para a prática do esporte bretão” como diriam os antigos “speakers” do futebol brasileiro, foi um grande jogo de futebol. Liberada a ala Leste, o lado da sombra matinal,

Share Button
Continue lendo

Brevíssimo tratado de Coxinologia tóxica – por Rogério Cerqueira Leite

Rogério Cerqueira Leite* É preciso deixar claro de início que o surto de Coxinoplasia aguda atual do Brasil é um fenômeno atípico, embora já tenha ocorrido algumas vezes no passado. Uma das mais violentas e perniciosas dessas epidemias acossou a burguesia brasileira nas décadas de 40, 50 e 60 e é identificado pela sigla UDN. Em primeiro lugar é preciso

Share Button
Continue lendo

Eugênio Aragão, mais uma vez perfeito, agora desmonta Deltan Dallagnol e expõe o seu complexo de vira-lata em carta aberta

Eugênio Aragão: Minha cartinha aberta ao Dallagnol Meu caro colega Deltan Dallagnol, “Denn nichts ist schwerer und nichts erfordert mehr Charakter, als sich in offenem Gegensatz zu seiner Zeit zu befinden und laut zu sagen: Nein.” (Porque nada é mais difícil e nada exige mais caráter que se encontrar em aberta oposição a seu tempo e dizer em alto e

Share Button
Continue lendo

A turma da botina estaria se rearticulando com vistas ao Paiaguás, já em 2018

Com raríssimas – e bota raríssima nisso – aquele que usufruiu o poder sempre pensa em usufruir novamente. Assim é a humanidade. Assim também é a turma da botina que comandou o poder executivo por oito anos incompletos, entre primeiro de janeiro de 2003 e 31 de março de 2010, quando Blairo Maggi foi governador eleito e reeleito e renunciou

Share Button
Continue lendo

O desabafo de Yasmin Nadaf, uma intelectual humilhada

Entrega de Mérito Legislativo Gervásio Leite vira palco que a doutora em Literatura Yasmin Nadaf expresse sua revolta contra abuso de poder da Polícia Civil Enock Cavalcanti Deveria ter sido uma sessão solene de entrega de homenagens a personalidades, como tantas outras que acontecem nos parlamentos brasileiros, pelos anos a fora. A entrega do Título Honorífico do Mérito Legislativo “Gervásio

Share Button
Continue lendo

Reunião sobre a mostra “Liberdade: Mostra de Cinema Negro” não põe fim à polêmica; aliás, incendeia o debate, e evento é adiado pela SEC

Por Amanda Nery O secretário Leandro Carvalho não esteve presente na reunião e foi representado pela secretária adjunta Regiane Berchieli. Segundo a SEC, ele está viajando a serviço. Aguardamos novo convite para uma reunião onde o secretário esteja presente. Foi realizada ontem no Palácio da Instrução uma reunião convocada pela Secretaria Estadual de Cultura de Mato Grosso a respeito dos

Share Button
Continue lendo

O voto masoquista no Procurador

Por Eduardo Mahon Pense um instante: quanto tempo o Procurador Mauro se manteria no cargo de prefeito, se fosse eleito? Na campanha eleitoral, ele não tem um único candidato a vereador e, provavelmente, o PSOL não fará nenhuma cadeira na Câmara dos Vereadores de Cuiabá. Minha aposta é que não esquente a cadeira por seis meses. Como se sabe, o partido

Share Button
Continue lendo

Pânico

Trabalhando como repórter de política tive a oportunidade de conhecer figuras interessantíssimas. Uma delas foi o economista Paulo Ronan – falecido em março de 2016. Ronan foi um dos fundadores do PSDB de Mato Grosso e dono de uma sinceridade ímpar. Admiro pessoas assim. A primeira vez que o vi foi num debate que mediei na UFMT, em 2002. Ele

Share Button
Continue lendo

Dilma perante o Sinédrio

Ramatis é um espírito de luz cuja última encarnação teria sido, segundo o médium Hercílio Maes, na Indochina, no século X d.C. Em vida, no século IV, teria participado dos acontecimentos narrados no poema hindu Ramaiana. Segundo o médium Wagner Borges, o nome Ramatis homenageia dois personagens do Ramaiana: Lord Rama e sua esposa Sita. Ramatis é autor de uma

Share Button
Continue lendo

O poeta oculto no último verso

Por Lucinda Persona Podemos nos reaproximar de um romance por diversos caminhos quando se trata de tecer comentários após leitura. Podemos, inclusive, partir do próprio princípio do romance, que mostra um cenário natural com os primeiros sinais de luz de um dia qualquer. Então, abraçamos a generosa imagem de frescor e renovação. Deste modo, o que se narra no início

Share Button
Continue lendo

O poema sobrevive, o poeta Sodré vive – Por Vinícius Masutti

Por Vinícius Masutti Antônio Sodré é uma lenda cuiabana. Antônio Sodré é das letras cuiabanas. Poetinha pequeno em tamanho e grande em lirismo, Sodrézinho, como era conhecido entre amigos, criou sua poesia nas ruelas entortadas de Cuiabá e carregou a missão de espalhá-la por quase trinta anos. Daí, acredito, sua leve curvatura na coluna. O peso de levar a poesia

Share Button
Continue lendo