Category: Opinião Personalizada

Opinião pessoal e intransferível sobre um assunto específico.

Quem aqui é preconceituoso?, pergunta Eduardo Mahon em sua página no Facebook

QUEM AQUI É PRECONCEITUOSO? Não, não é porque ela é negra. Nem tampouco porque foi favelada. Nem muito menos porque canta funk. Nem ainda porque representa um gueto social que é a periferia da zona norte carioca. Não, não é por isso que eu não gosto de Jojo Todynho. Billie Holiday era negra, marginalizada, viciada e maravilhosa. Idem para uma

Share Button
Continue lendo

O Aquário Municipal de Cuiabá que neste dia 5 de fevereiro completaria 18 anos de sua inauguração está desativado

O AQUÁRIO MUNICIPAL      Por José Antônio Lemos | Com a alma lavada pelas vitórias do Cuiabá e Luverdense em seus jogos de estreia pela Copa do Brasil e Copa Verde respectivamente, lembro com uma pontinha de tristeza do Aquário Municipal de Cuiabá que neste dia 5 de fevereiro completaria 18 anos de sua inauguração. Atualmente desativado para modernização e ampliação,

Share Button
Continue lendo

Juca Ferreira: Após a condenação de Lula inicia-se a desconstrução dos falsos heróis do judiciário

A FARSA ESTÁ DESMORONANDO Por Juca Ferreira | A novidade dos últimos dias na grande mídia do Brasil é que, de uma hora para outra, passaram da mistificação e apoio incondicional aos juízes e tribunais, ao MP e seus promotores e à PF e suas operações para um apoio mais distanciado, menos entusiasta. Percebe-se uma crescente desconstrução desses “heróis”. O processo

Share Button
Continue lendo

Como e o que é combater a corrupção?

No Wikipedia: Nicolau Maquiavel (em italiano: Niccolò di Bernardo dei Machiavelli; Florença, 3 de maio de 1469 — Florença, 21 de junho de 1527) foi um historiador, poeta, diplomata e músico de origem florentina do Renascimento.[1] É reconhecido como fundador do pensamento e da ciência política moderna,[1] pelo fato de ter escrito sobre o Estado e o governo como realmente são

Share Button
Continue lendo

Festa no apê, de Latino, é o novo melô do auxílio-moradia

><>Nem Latino imaginaria isso. Mas o seu hit “Festa no Apê”, uma versão, foi resgatada para se tornar o melô do auxílio-moradia deste verão. Nós aqui do Namarra, claro, não poderíamos deixar de dar essa mão na divulgação dessa imoralidade do judiciário brasiliano.

Share Button
Continue lendo

Observações ligeiras sobre um possível quadro político 2018 e a reeleição de Pedro Taques

Por Meu Peixe | Dizem e nós escutamos muito que o governador está aniquilado. Essa é a opinião geral de quem te acesso às pesquisas de opinião pública e dos observadores políticos. Embora alguns observadores estão, lá por seus motivos, destilando mais com fígado que usando a razão. Acredito, não posso deixar de acreditar, que esse desgaste do governador existe. Assim

Share Button
Continue lendo

Afranio Silva Jardim, professor associado de Direito da UERJ: “Já não sei se vale a pena continuar a estudar e a lecionar Direito”

JULGAMENTO DO EX-PRESIDENTE LULA. ACABOU O TEATRO. ACHO QUE SERIA MELHOR EU ABANDONAR O MAGISTÉRIO JURÍDICO E VOLTAR PARA CRIAÇÃO DE CÃES. ESTOU VERDADEIRAMENTE DESILUDIDO !!! O desembargador vogal disse que acompanha os votos anteriores, os quais elogiou. Elogiou os advogados e o juiz Sérgio Moro. Foi ainda mais “fraco” do que os outros. Parecia que estava dando aula para

Share Button
Continue lendo

João Ubaldo Ribeiro, se encarnado, estaria festejando 77 anos

Por João Bosquo | João Ubaldo Ribeiro foi um dos grandes da literatura brasileira. Embora grande li, confesso, apenas dois de seus romances: “Sargento Getúlio” (1971) e “Viva o Povo Brasileiro” (1984). Explico. Sou do tipo do leitor de uma ou duas obras. De preferência a obra-prima do autor.  Li “Sargento Getúlio”, uma década depois, nos anos 80 e nesses

Share Button
Continue lendo

José Antônio Lemos: Tudo promete para muito breve o início da operação da linha aérea Cuiabá–Santa Cruz de La Sierra, de onde partem voos internacionais diretos de longo alcance

O Voo Internacional Por José Antônio Lemos | No final da semana o superintendente da Infraero em Mato Grosso informou que a Receita Federal deu seu aval para o Aeroporto Marechal Rondon operar voos internacionais podendo atender até 200 passageiros por hora, o que na prática significaria que do ponto de vista deste órgão Mato Grosso ganhou salvo conduto para voos

Share Button
Continue lendo

Frases bem ditas: Ação

Share Button
Continue lendo

Bispo católico, em carta ao povo brasileiro, diz que julgamento de Lula é uma farsa e convoca a população para estar em POA

Porto Alegre – 24 de Janeiro Um dos processos mais importantes da história do Brasil marcará o dia 24 de janeiro de 2018 e será em Porto Alegre. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será julgado pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4). Imagino dois milhões de pessoas, de todo o Brasil, naquele dia em Porto Alegre. Já

Share Button
Continue lendo

…E os juízes foram embora de Berlim

Por Ney Bello | Berlim existe em muitos imaginários judiciais. Em primeiro lugar porque lá estava o direito positivo, seguro, escrito e válido universalmente. Em segundo lugar porque os juízes que lá viviam não se submetiam a nenhuma expressão de poder. Eles eram uma força autônoma e distinta dos outros dois poderes. O juiz não estava em Paris – terra

Share Button
Continue lendo

José Antônio Lemos: A ferrovia Vicente Vuolo também vem avançando, mas parou em Rondonópolis e virou então ferramenta de geopolítica em vez de logística, envolvendo exageradas ambições regionais e políticas

De 88 a 2018 Por José Antônio Lemos | Em artigo do início de 1989 avaliei o ano de 1988 como “talvez o mais positivo da história recente” de Cuiabá tendo por base o deslanche de alguns macroprojetos fundamentais para o desenvolvimento da cidade e do estado. Enfim tinha sido iniciada a construção da APM de Manso, a Sudam havia

Share Button
Continue lendo

Não são todos no PSOL que tem cabeça travada; alguns pensam, não são hipócritas e manifestam com clareza o que pensam, como é o caso de José Luís Fevereiro

O TRF-4, O Irã , Os Perus e As Rabanadas Por José Luís Fevereiro | Em 2010, o Congresso Brasileiro aprovou a lei complementar 135, a “Lei da Ficha Limpa”, com apoio da esquerda. De 2008 a 2010, travei o bom combate para que o PSOL não votasse a favor dessa lei. Em uma sociedade de classes, reduzir direitos nunca é

Share Button
Continue lendo

Concluir as obras da Copa, em especial o aeroporto, as trincheiras, os COT’s, a Arena Pantanal e outras obras também inconclusas, já seria um belo presente para os 300 anos de Cuiabá, segundo José Antônio Lemos

2018, a Encruzilhada Por José Antônio Lemos | Os anos geralmente chegam trazendo ótimas ou no mínimo boas expectativas de futuro. 2018, contudo, chega com a cara um pouco diferente prevendo alguns gargalos sérios para o mundo e principalmente para o Brasil. O mundo com a volta da perspectiva de um confronto nuclear de terríveis consequências para a humanidade, já o

Share Button
Continue lendo

Chico Buarque de Holanda, em honra ao pai, jamais assumirá uma cadeira na Academia Brasileira de Letras

Helio Fernandes 16 min ·  CAETANO VELOSO E CHICO BUARQUE NA ACADEMIA HELIO FERNANDES Mal aberta a vaga, menos de 24 horas depois, surgem os nomes dos dois grandes compositores. Cabem perfeitamente e até ultrapassam o espaço da propria Academia. Não são apenas compositores e sim notaveis personagens. Esse apenas não é restritivo, pelo contrario é acumulativo e engrandecedor. Só que

Share Button
Continue lendo

Natal, pérolas e porcos – Artigo de José Antônio Lemos

Por José Antônio Lemos | Não se trata da Família Pig do desenho na TV, e sim de nós mesmos, ditos humanos, cidadãos. As coisas em si são boas e belas, pérolas para benefício da Humanidade, mas caídas em mãos humanas é preciso sorte para que não virem lama. Parece que confundimos o barro bíblico que nos modelou com a

Share Button
Continue lendo

Governador Pedro Taques aceita pedido e exonera Leandro Carvalho, um dia depois de Eduardo Mahon renunciar ao posto de membro do Conselho Estadual de Cultura

Por João Bosquo | Um dia, ou menos que um dia, depois de Eduardo Mahon renunciar ao seu mandato de membro do Conselho Estadual de Cultura (CEC) e denunciar resistência do presidente em realizar a eleição para o cargo de vice-presidente do CEC, o governo de Mato Grosso anuncia a exoneração do secretário de Cultura, maestro Leandro Carvalho. Uma das

Share Button
Continue lendo

Agregar valor à produção estadual é um dos maiores senão o maior problema do estado e este é também o maior dos espaços para desenvolvimento da nossa região metropolitana, analisa o articulista José Antônio Lemos

POLO DA VERTICALIZAÇÃO Por José Antônio Lemos | A proposta de Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado para a Região Metropolitana do Vale do Rio Cuiabá (PDDI/RMVC) em apreciação pelo Conselho de Desenvolvimento Metropolitano (CODEM), predestina-se a ser uma guinada positiva na curva do protagonismo da Baixada Cuiabana no desenvolvimento de Mato Grosso. A proposta elaborada pelo prestigioso Instituto Brasileiro de Administração

Share Button
Continue lendo

Lula, PT e CUT: outra hora da verdade, por Aldo Fornazieri

por Aldo Fornazieri | É forçoso constatar que as esquerdas brasileiras têm sido refratárias em aprender com as lições da história. Os mais eminentes clássicos da Filosofia Política sempre chamaram a atenção para o fato de que os grandes líderes políticos precisam recorrer história, extraindo dela lições negativas, para evitar caminhos que levam a derrotas, e lições positivas, seguindo como modelos

Share Button
Continue lendo

José Antônio Lemos: Cabe ao arquiteto e urbanista informar a população sobre as potencialidades; no caso de Cuiabá sua principal vocação é ser um grande encontro continental de caminhos

Arquitetos, voos e ferrovias Por José Antônio Lemos | A quantas anda o voo Cuiabá–Santa Cruz? Antes pergunto, o que tem a ver arquiteto questionando sobre ferrovias, aeroportos ou rodovias? A proximidade do Dia do Arquiteto, dia 15 de dezembro, é boa para tentar esclarecer o que faz e pode fazer o profissional arquiteto e urbanista, atribuições não muito claras

Share Button
Continue lendo

José Antônio Lemos questiona o pouco caso da mídia, das autoridades e liderenças políticas mato-grossenses fazem em relação aos eventos relacionados a construção da ferrovia até Cuiabá

A NOTÍCIA DO ANO Por José Antônio Lemos | A ótima notícia para fechar o ano veio de Nova Mutum para Mato Grosso inteiro e, em especial para Cuiabá, Várzea Grande e toda a Baixada Cuiabana com o fórum “Ferrovia e Integração de Modais”, promovido pelo prefeito daquela cidade, Adriano Pivetta. Insisto na questão da ferrovia em Mato Grosso, por tratar-se

Share Button
Continue lendo

Os Trilhos do Bom Senso – Por José Antônio Lemos

Por José Antônio Lemos | No dia 23 de novembro passado durante o fórum “Ferrovia e Integração dos Modais” em Nova Mutum foi defendida a extensão da ferrovia de Rondonópolis até Nova Mutum, passando por Cuiabá, que já devia ser realidade a muito tempo. No evento estiveram presentes autoridades de peso no assunto como o governador do estado e os presidentes

Share Button
Continue lendo

O blogueiro Enock Cavalcanti comenta as revelações de Pedro Nadaf e José Riva sobre as indicações para ocupar as vagas de conselheiro o TCE/MT

Nadaf e Riva Por Enock Cavalcanti | Meus amigos, meus inimigos: a gente se impressiona com as patifarias articuladas, ao longo dos anos, em torno do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso. O que nossas elites predadoras fizeram com esta corte espanta pela ousadia, pelo despudor. Agora nos aparece este corrupto confesso que é o sr. Pedro Nadaf, filho

Share Button
Continue lendo

República, Sidney e Bruna Viola – Por José Antônio Lemos

Por José Antônio Lemos | Ia escrever sobre nossa finada República na passagem de mais um aniversário de sua proclamação a 15 de novembro. Torci para que nesse dia acontecesse algum sinal de saudade cidadã pela falecida, de lamento pelo seu passamento e desse choro surgisse algum brado pela sua reproclamação, agora forte e renovada, ela que sempre se mostrou

Share Button
Continue lendo

Eduardo Mahon faz picadinho de Ives Gandra Martins que se diz discriminado e não sabe como viver no país, pois não é negro, homossexual, índio, assaltante, guerrilheiro e nem invasor de terras, esquecendo-se apenas de dizer que é rico

A difícil vida do branco, hetero e rico O Ives Gandra não é negro, nem homossexual, nem índio, nem sem-terra e pergunta como vai fazer para viver no Brasil nos dias atuais. Alega o renomado tributarista que, de certo modo, virou minoria. Por um momento, fiquei com pena de Ives Gandra. Ele, coitado, é mesmo franca minoria em nosso país.

Share Button
Continue lendo

Bizarro, muito bizarro, no Brasil quando vai punir os atos de corrupção o primeiro da lista é a obra, ou seja o povo

><>Este recorte é de uma artigo de José Antônio Lemos, “A Copa e a Arena“, publicado neste Namarra em outubro de 2013, no qual critica o arcabouço da legislação das concorrências públicas no Brasil. Não mudou nada de lá pra cá. Esse modelo arcaico é que dá – na nossa modesta opinião – suporte ao desastre que foi a Lava-Jato.

Share Button
Continue lendo

Sobre quem faz e fica e quem fala e passa… – Por Eduardo Mahon

SOBRE QUEM FAZ E FICA E QUEM FALA E PASSA… A propósito de políticas públicas, quero chamar atenção para a diferença entre quem faz e fica nos registros históricos e quem fala demais e acaba sendo esquecido. Sobre a educação musical cuiabana, por exemplo, grandes nomes ensinaram o povo a entender e apreciar música de qualidade: Zulmira Canavarros, Maria Benedita

Share Button
Continue lendo

Joaquim Murtinho – Artigo de José Antônio Lemos

Por José Antônio Lemos |“Quem morre em Cuiabá, morre para sempre”, mais ou menos assim se referiu Estevão de Mendonça à peculiaridade cuiabana de esquecer seus vultos, os quais além de morrerem de corpo morriam pelo esquecimento. E ainda morrem. Mais que morto, o finado é esquecido na memória de seus conterrâneos, “mortinho da silva”. Confirmando o pai de Rubens

Share Button
Continue lendo

A velhice chega para todos: Ziraldo, criador do Menino Maluquinho, faz 85 anos

Em entrevista a um jornal de S. Paulo, o escritor, cartunista disse que a velhice chegou com os 85 anos. Um dia ele acorda e tropeça no rejunte do piso porque estava andando arrastando os pés.

Share Button
Continue lendo