Categoria: Literatura

Espelho Cansado – por Eduardo Mahon

ESPELHO CANSADO Aloísio saiu de casa logo cedo. Era um sábado que se emendava ao feriado. Pegou as chaves, deu partida no carro e seguiu para o centro da cidade. Quero um espelho –...

O Velho Palacete – Por Eduardo Mahon

Por Eduardo Mahon | Ninguém diria que o palácio nasceu do mesmo tamanho que todos os demais casarões na rua de terra batida. Contudo, a despeito do que ignorem os meninos que estudam arquitetura contemporânea,...

Manuel Bandeira: Vou-me embora pra Pasárgada

Vou-me embora pra Pasárgada Lá sou amigo do rei Lá tenho a mulher que eu quero Na cama que escolherei Vou-me embora pra Pasárgada Vou-me embora pra Pasárgada Aqui eu não sou feliz Lá...

Silêncio – por Eduardo Mahon

Por Eduardo Mahon | No centro da cidade, um calor escaldante. A ruela repleta de lojinhas acotovelando-se por atenção dos transeuntes foi tomada por placas que encobriram as antigas fachadas. Alguém teve uma ideia infeliz:...

Quando Anoitece – uma imitação de soneto

Quando tudo começa anoitecer algumas coisas simples acontecem… Simples porque é da natureza e elas se realizam quando adormecem A cidade, quando anoitece, começa exercitar noutra dimensão outro parâmetro, outra média visão e os...

Quando Anoitece – Uma imitação de soneto

Quando tudo começa anoitecer algumas coisas simples acontecem… Simples porque é da natureza e elas se realizam quando adormecem A cidade, quando anoitece, começa exercitar noutra dimensão outro parâmetro, outra média visão e os...