A vida e as histórias do intelectual Mário Cezar Silva Leite em livro que será lançado logo mais à noite no Sesc Arsenal

Por João Bosquo | Qual é o melhor recorte para noticiar o lançamento do livro “Memorial (in?) descritivo: auto-ópera-biográfica-burlesca-para-professores-titulares-em-literatura”, do professor, doutor em Literatura, Mário Cezar Silva Leite, que acontece nesta quarta-feira, 20, no Sesc Arsenal? O livro, quando vem a público, não importa o assunto, o conteúdo, a forma, gênero ou estilo é sempre uma alegria. Uma auto ópera biográfica

Share Button
Continue lendo

Em Honra dos Josés – uma imitação de soneto de João Bosquo

O que me honra em ser brasileiro São as pessoas que foram aquilo Que por medo ou insegurança não fui Seus grandes e humildes poetas Escritores de pequenas linhas que li Quando estudava no Colégio dos Padres Foram os brasileiros soldados mortos Em estranhas lutas de ódio brasileiro Denominadas guerrilhas em florestas E ruas de cidades obscuras Se idade tivesse,

Share Button
Continue lendo

Desmoronamento – Uma imitação de soneto de João Bosquo

O tempo, repara, Saiu de fora pra dentro Como uma metáfora E ficou parado O tempo não é singular Não é plural Não é coisa alguma O tempo é tempo Quando só, olhando os velhos Que andam na praça Acompanhados de suas velhas, Não posso deixar de observar O tempo com o tempo Brinca e desmorona as pessoas. ><>Poema do

Share Button
Continue lendo

Minha Poesia Dramatiza – uma imitação de soneto de João Bosquo

Minha poesia dramatiza Qualquer mudança de endereço Mudança de tempo: vento em temporal, Mão de rua ou transformação urbana Minha poesia se solidariza Com o homem a passear sozinho Viúvo guardador de lembranças Que despedaçam o coração Minha poesia saiu de mãos dadas Bem humorada foi fazer um rolê Do Passeio Público à Santa Fé A minha poesia – repara

Share Button
Continue lendo

Silêncio – por Eduardo Mahon

Por Eduardo Mahon | No centro da cidade, um calor escaldante. A ruela repleta de lojinhas acotovelando-se por atenção dos transeuntes foi tomada por placas que encobriram as antigas fachadas. Alguém teve uma ideia infeliz: colocar um vendedor na frente, munido de um microfone ligado à caixa de som. Daí em diante, todos repetiram a dose e, quem pensar comparar aquela

Share Button
Continue lendo

Quando Anoitece – uma imitação de soneto

Quando tudo começa anoitecer algumas coisas simples acontecem… Simples porque é da natureza e elas se realizam quando adormecem A cidade, quando anoitece, começa exercitar noutra dimensão outro parâmetro, outra média visão e os gatos voltam a empardecer As pessoas, quando a noite chega, ficam mais sensíveis, mais suscetíveis mais táteis, frágeis e imperceptíveis A noite, quando se realiza, sempre

Share Button
Continue lendo

Jornalista Lucas Rodrigues lança os contos de “Pirotecnia”, hoje no Sesc Arsenal

O livro reúne uma série de contos em linguagem quotidiana com humor e sarcasmo Gostaria de ter uma maquininha de calcular, neste exato momento, para saber quantos lançamentos de livros de novos escritores foram realizados recentemente em Mato Grosso. Realmente não sei dizer quantos, mas passam de dezenas e mais dezenas. Livros de ficção que vem enriquecer o mundo literário.

Share Button
Continue lendo

Receita de Galáxia Entrelinhas – uma imitação de soneto de João Bosquo

Uma receita benquista de um poema saudosista Lembra, sem dar na vista, que o poeta dança na pista De mãos dadas com o planeta ribeirinho do sistema Logo ali no fim da curva da Galáxia Entrelinhas.

Share Button
Continue lendo

Uma noite pra lá de memorável festejando as letras em livro e cinema

Lançamento de livro de Eduardo Mahon e de filme de João Manteufel reúne multidão de artistas, culturetes e muitos, muito jovens Por João Bosquo e Enock Cavalcanti | A festa cultural – sim, foi uma festa o lançamento do livro “Contos Estranhos”, do escritor Eduardo Mahon, e avant-première do filme “O Poder da Palavra”, de João Manteufel – agitou meio mundo

Share Button
Continue lendo

Eduardo Mahon lança livro e João Gordo estreia filme nesta terça, 1 de agosto

O livro é “Contos Estranhos” e o filme é “O Poder da Palavra” que movimentam, nesta terça-feira, o Cine Teatro O lançamento… Ops, o ciclo de lançamento do livro “Contos Estranhos”, de Eduardo Mahon, se encerra neste dia primeiro de agosto, terça-feira, com um evento no Cine Teatro Cuiabá, quando também (além dos autógrafos, tête-à-tête do escritor e o seu

Share Button
Continue lendo

A Minha Língua– uma imitação de soneto de João Bosquo

A minha língua, até aonde eu saiba, É a mesma língua falada por minha mãe… Foi ela que me ensinou “benção, mãe” E diuturnamente respondia “Deus te abençoe” Depois, mais tarde, outras línguas Dos guris da Rua da Fé, Travessa Dão Bosco Campo D’ourique das peladas e soltar pandorgas A primeira língua estranha foi da Escola Que juntava letras sinais,

Share Button
Continue lendo

O Poema Que se Pede – uma imitação de soneto de João Bosquo

Veja, o poeta se mete em enrascadas Quando pessoas pedem um poema Ele não sabe dizer não – bem feito – E a poesia não se assunta de emergência O poema – mesmo de estrutura simples Sem rimas de valor estimado Ou de prestígio duvidoso – Não se encontra na esquina Tampouco se saca num caixa eletrônico De uma agência

Share Button
Continue lendo

Quando Anoitece – Uma imitação de soneto

Quando tudo começa anoitecer algumas coisas simples acontecem… Simples porque é da natureza e elas se realizam quando adormecem A cidade, quando anoitece, começa exercitar noutra dimensão outro parâmetro, outra média visão e os gatos voltam a empardecer As pessoas, quando a noite chega, ficam mais sensíveis, mais suscetíveis mais táteis, frágeis e imperceptíveis A noite, quando se realiza, sempre

Share Button
Continue lendo

UFMT promove encontro com o escritor Luiz Renato de Souza Pinto

Da Assessoria | O Programa de Pós-Graduação em Estudos de Linguagem (PPGEL) da UFMT irá receber, no próxima quinta-feira, 20, o escritor Luiz Renato de Souza Pinto para um bate-papo sobre suas obras e trajetória com professores, estudantes e comunidade universitária. O evento acontecerá às 19h30 no Auditório M (2o piso) do Instituto de Linguagens da UFMT. O autor foi

Share Button
Continue lendo

Pesquisadora Cristina Campos descobre primeiro romance histórico mato-grossense

O livro “Os Companheiros de Rancho”, editado em 1918, narra a campanha da Guerra do Paraguai em Mato Grosso e agora deve ser reeditado A pesquisadora e escritora Cristina Campos, durante um dos seus trabalhos, descobriu a existência do romance “Os Companheiros do Rancho” que, agora, deve merecer reedição em Mato Grosso O primeiro romance histórico de Mato Grosso, enfim,

Share Button
Continue lendo

Desapego – uma imitação de soneto

Sinto, como sinto, com o passar dos anos que Minha alma calmamente vai se desapegando Deste corpo que, em verdade, nunca me pertenceu O desapego do corpo não significa desprezo Não. Tenho muito apreço por este corpo Que me carrega para onde vou, quando vou Sem se importar qual seja este ou aquele lugar O corpo, repara, é um veículo,

Share Button
Continue lendo

O Meu Vizinho, Gustavo Lima e a Morte. Por Eduardo Mahon

O MEU VIZINHO, GUSTAVO LIMA E A MORTE (E.M) Mania besta de morrer. Como se não fôssemos todos nós para a mesma vala. Calma! Cada um terá vez. A gente morre. Inevitavelmente. Eu diria até pontualmente. Ainda assim, tem gente que morre em vida dezenas, centenas, milhares de vezes. Morro de vontade… é o que se diz. Morro de medo.

Share Button
Continue lendo

No Meio do Livro, um poema de João Bosquo

No meio do livro encontrei o poema lido O poema lido no meio do livro… Não consigo lembrar os versos mas não posso esquecer esse fato que alterou meu ponto de vista.

Share Button
Continue lendo

O Conselho Municipal de Cultura da Cuiabá 300 será escolhido dia 10, segunda-feira

Enquanto a escolha do Conselho Estadual segue enrolada, em Cuiabá a classe artística elogia a transparência e a agilidade do processo Por João Bosquo | A Eleição para o Conselho Municipal de Cultura de Cuiabá caminha para ser uma eleição exemplar. Nada de confusão, nada de não entendi o edital, nada de nada que possa sofrer correções que não corrigem o

Share Button
Continue lendo

Minha Poesia Dramatiza – Uma imitação de soneto

Minha poesia dramatiza Qualquer mudança de endereço Mudança de tempo: vento em temporal, Mão de rua ou transformação urbana Minha poesia se solidariza Com o homem a passear sozinho Viúvo guardador de lembranças Que despedaçam o coração Minha poesia saiu de mãos dadas Bem humorada foi fazer um rolê Do Passeio Público à Santa Fé A minha poesia – repara

Share Button
Continue lendo

Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca recebe contribuições da população

Interessados podem colaborar com a construção de uma política pública de democratização do acesso ao livro e o fomento à leitura Por Angélica Moraes | Está disponível para consulta pública no site Participação Social o Plano Estadual do Livro, Leitura, Literatura e Biblioteca de Mato Grosso (PELLLB-MT). Até o dia 30 de julho os interessados podem contribuir para a construção de uma política

Share Button
Continue lendo

2º Prêmio Kindle de Literatura para autores brasileiros independentes é anunciado

O primeiro colocado receberá um prêmio de R$30 mil – valor 50% maior que a edição passada – e terá seu livro publicado pela Nova Fronteira Da Assessoria | Amazon.com.br e Nova Fronteira anunciam nesta quinta-feira, 29, a segunda edição do Prêmio Kindle de Literatura, dando continuidade ao sucesso da primeira edição dessa premiação para autores independentes. Para participar, escritores podem

Share Button
Continue lendo

Lançamentos de “Contos Estranhos” transformam-se em bonde e agita Mato Grosso

Além do autor, Eduardo Mahon, participam dos eventos Ivens Scaff, Olga Castrillon, Cristina Campos e Marli Walker Por João Bosquo | O escritor Eduardo Mahon não para de nos surpreender. Além da intensa produção literária nos últimos anos, aliado às atividades de intelectual e ativista cultural – seja como presidente da Academia Mato-grossense de Letras (AML), Mahon agita meio Mato Grosso

Share Button
Continue lendo

Despermanecer – Uma imitação de soneto

Não permaneço onde estou No mesmo lugar, fora do tempo Dentro do eixo, por entre esquinas Enquanto vejo sóis e luas Anoitecerem dias-lunares Não permaneço um segundo Enquanto o mundo gira No mesmo ponto No mesmo intento De me encontrar Só importa pra onde vou Caminho rumo ao que pertenço… Despeço-me e me despedaço Enquanto matéria não amanheço.

Share Button
Continue lendo

Anunciados os vencedores de 2017 do Prêmio Sesc de Literatura

Autores do Distrito Federal e do Pará foram os ganhadores da 14ª edição do concurso que este ano teve 1.793 livros inscritos, sendo 980 romances e 813 contos Da Assessoria | José Almeida Junior e João Meirelles Filho são os vencedores do Prêmio Sesc de Literatura 2017, nas categorias Romance e Conto, com os livros “Última Hora” e “Poraquê e Outros Contos”,

Share Button
Continue lendo

Então Vamos Falar de Literatura… 2 – Por Sebastião Carlos

Por Sebastião Carlos | O Prêmio Nobel de Literatura é sem sombra de dúvida o prêmio literário mais importante do mundo. Não somente pelo aporte financeiro, mas sobretudo pelo prestigio social e cultural que dá ao ganhador. Talvez por isso mesmo nem sempre essa outorga tem sido consensual, e em muitas ocasiões foi altamente polêmica. Em duas ocasiões ele foi recusado. Em

Share Button
Continue lendo

Sete Sentidos – uma imitação de soneto

Não importa o abrir e fechar de portas é sábado e só nos resta o caminhar sempre em frente é essa a direção determinada, embora sob contrariedade O abrir e fechar cancela também acelera, repara, as batidas do pobre coração, não importa se de poeta, agricultor ou enfermeiro recém saído da faculdade O piscar também obedece a essa rotina de

Share Button
Continue lendo

Festa na Academia Mato-grossense de Letras: Aclyse Mattos é eleito para a cadeira 3

A escolha do novo acadêmico aconteceu neste sábado, 17, em reunião da entidade na Casa Barão de Melgaço Aclyse Mattos, eleito para a cadeira 3 da Academia Mato-grossense de Letras,  se auto define como poeta nas horas cheias e professor nas horas vagas. Calcular essas horas, se elas são mais cheias ou mais vazias, não tem como. Não existe uma

Share Button
Continue lendo

Antigo Mar Chacororé – Uma imitação de soneto

Aqui na Baía de Chacororé, antigo mar, Havia – do tempo de ter – um peixe sabido Que fugia dos anzóis e tarrafas traçadas E ensinava – que a vida é ensinar – Os lambaris e outros peixes menores Como se safar das armadilhas do destino Impostas pelo próprio rio Pantanal… Esse peixe sabido sempre nadava Rio abaixo com as

Share Button
Continue lendo

Equipe da SEC vai visitar 17 municípios do norte mato-grossense

Da Assessoria | A Secretaria de Estado de Cultura (SEC) participa de mais uma edição da Caravana da Transformação e leva, para a região Norte do estado, ações da Gerência do Livro e Leitura e do Sistema Estadual de Bibliotecas. A equipe inicia, no dia 05 de junho, viagem aos municípios da região e deve visitar, em dez dias, 17 cidades

Share Button
Continue lendo
1 2 3 4 6