Raça, música de Milton Nascimento e letra de Fernando Brant, é coisa de preto

Raça

Lá vem a força, lá vem a magia
Que me incendeia o corpo de alegria
Lá vem a santa maldita euforia
Que me alucina, me joga e me rodopia

Lá vem o canto, o berro de fera
Lá vem a voz de qualquer primavera
Lá vem a unha rasgando a garganta
A fome, a fúria, o sangue que já se levanta

De onde vem essa coisa tão minha
Que me aquece e me faz carinho?
De onde vem essa coisa tão crua
Que me acorda e me põe no meio da rua?

É um lamento, um canto mais puro
Que me ilumina a casa escura
É minha força, é nossa energia
Que vem de longe prá nos fazer companhia

É Clementina cantando bonito
As aventuras do seu povo aflito
É Seu Francisco, boné e cachimbo
Me ensinando que a luta é mesmo comigo

Todas Marias, Maria Dominga
Atraca Vilma e Tia Hercília
É Monsueto e é Grande Otelo
Atraca, atraca que o Naná vem chegando.

Share Button

Agora estamos sem Luiz Melodia, autor de ‘Pérola Negra’

247 – O cantor, compositor e músico Luiz Melodia, 66, morreu na madrugada de hoje (4), em sua cidade natal, o Rio de Janeiro (RJ), em decorrência de complicações de um câncer que atacou a medula óssea.

Melodia faleceu por volta das cinco horas da manhã.

O artista chegou a fazer um transplante de medula óssea e resistiu ao procedimento, mas não vinha respondendo bem à quimioterapia.

O câncer voltou e o estado de saúde de Melodia se agravou bastante ontem. O artista estava internado no hospital Quinta D’Or, na zona Norte do Rio.

Fonte: Luiz Melodia morre aos 66 anos no Rio

Share Button

Otto lança “Ottomatopeia”, considerado o álbum mais maduro do artista

Novo álbum de Otto é composto por canções inéditas e autorais; profundas, que tratam de humanidade, tempos sociais difíceis, amor e vida

Foto: Divulgação

Da Assessoria |Após cinco anos de seu último lançamento autoral, o cantor Otto apresenta o álbum “Ottomatopeia”, que levou o mesmo tempo para ser finalizado, e está previsto para sair no final de julho. Produzido por Pupillo (Nação Zumbi), e com participações especiais de Roberta Miranda, Céu, Manoel Cordeiro, Felipe Cordeiro, Andreas Kisser e Zé Renato o novo trabalho é considerado pelo cantor o mais completo lançado por ele até hoje.

Composto por 11 faixas, sendo dez autorais e inéditas, o álbum conta com uma versão única da música “Meu Dengo”, de Roberta Miranda, que divide, especialmente, o vocal com o cantor em dueto inédito. Já “Carinhosa” é o resultado da primeira parceria entre Otto e Zé Renato, um dos grandes compositores brasileiros.

“Ottomatopeia” teve inspirações diversas, que atravessam continentes e épocas. O rock como sonoridade e comportamento; a África e a sua cultura ancestral; o romantismo alemão; o trabalho do fotógrafo japonês Araki Nobuyoshi; tortura política; e o mundo contemporâneo são alguns dos elementos que permearam o pensamento do artista para a criação conceitual.

Otto aborda sentimentos e vida; fala dos tempos sociais difíceis, o que caracteriza humanidade ao álbum. “Algumas composições são tão profundas que a compreensão, na verdade, é de quem escuta. Mas geralmente falo de coisas contemporâneas, e o amor continua sendo o tema principal. Por meio do amor vou abrangendo tudo, e falando sobre a vida”, explica.

Estes elementos associados ao tempo em que levou para ser finalizado – os cinco anos em que não apresentou novidades -, atribuem amadurecimento ao álbum. “Acredito que este seja o mais completo, se comparado com os anteriores. Desde a minha criação até a produção de Pupillo, a harmonia de poesia e música, tudo parece estar mais maduro. As interpretações de cada música estão muito viscerais e verdadeiras. Me passa a impressão de algo genuinamente pronto, o que me causa extrema alegria e satisfação. ”, completa.

A captação do conteúdo teve como base o estúdio Red Bull Station, em São Paulo, além dos estúdios de Pupillo (também em São Paulo) e Kassin (Rio de Janeiro). As cordas, por sua vez, foram gravadas no Recife.

Otto apresentará “Ottomatopeia” em dois shows no SESC Pompeia, em São Paulo, nos dias 5 e 6 de agosto, sábado e domingo.

><>Tamos aqui em Cuiabá, eu e Meu Peixe, e vimos a sua participação no programa da Jovem Pan, defendendo a ex-presidenta Dilma, encarando na lata o direitista Augusto Nunes. Porreta!!!

Share Button

Renato Braz se apresenta sábado e domingo no Sesc Arsenal

Da Redação | O cantor paulistano Renato Braz, uma das referências obrigatórias no atual cenário da música brasileira, tendo sido vencedor do 5º Prêmio Visa de MPB no ano de 2002, sua carreira vem sendo cada vez mais reconhecida nacional e internacional, se apresenta neste sábado e domingo no Sesc Arsenal, Cuiabá-MT.

Renato Braz conta com uma respeitável discografia como intérprete, tendo já gravado 8 CDs. Seu disco de estreia, Renato Braz (1996), lhe rendeu uma indicação ao Prêmio Sharp como melhor disco na categoria revelação. No 2º CD, História Antiga (1998), contou com a participação de Dori Caymmi como arranjador, que desde então se tornou um parceiro constante. Em 2002 lançou seu 3º CD, Outro Quilombo e, no mesmo ano, o CD Quixote. Com seu 5º CD, Por Toda a Vida(2006), ganhou o Prêmio Rival Petrobras na categoria Cantor Popular. Em 2010 lançou, com o cantor Zé Renato, o CD e DVD Papo de Passarim com grande repercussão na mídia especializada.

Em 2012 lançou Casa de Morar, 6º álbum solo, de canções inéditas, com enfoque especial nos compositores de sua geração como Fred Martins, Celso Adolfo, Mario Gil, Zé Renato, Simone Guimarães e Claudio Nucci, além dos compositores que mais influenciaram seu trabalho como Dori Caymmi, Theo de Barros e Gilberto Gil.

Nos últimos anos, lançou 3 CDs de projetos especiais: Silêncio – Um Tributo a João Gilberto em 2013 com Nailor Proveta e Edson Alves; Canela em 2014 com o quinteto Maogani e Mar Aberto em 2016 com Mario Gil, Breno Ruiz e Roberto Leão.

Sua carreira internacional começou em 1999, com turnê por várias cidades da Alemanha. Em 2004, foi selecionado para representar o Brasil no Festival de Spoleto, realizado na cidade de Charleston, nos EUA. O sucesso da apresentação lhe rendeu convite para retornar em 2007, e também para participar, no mesmo ano, do Summer Solstice, concerto que é realizado anualmente na grande catedral gótica St. John The Divine em NY. Em 2008 fez sua estreia no Japão participando de um concerto no Triphony Hall em Tokyo. Pela gravadora americana Living Music, gravou Saudade, seu 1º CD para o mercado internacional, produzido pelo saxofonista americano Paul Winter, lançado em 2015 nos Estados Unidos Boa noite Sr João.

O show do cantor Renato Braz que será nos dias 24 e 25, às 20h no teatro do SESC Arsenal. O valor de ingresso é de R$ 5,00 (usuário), R$ 2,50 (comerciário e meia entrada). As vendas começam a partir das 19h na Central de atendimento do SESC Arsenal.

Share Button