Atenção devedores com nome no SPC e Serasa: Haddad diz estar aberto a incorporar propostas de Ciro

Por Camila Maciel , da Agência Brasil | O candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad (PT), disse nesta terça, 9, em São Paulo, que está aberto a incorporar propostas de Ciro Gomes (PDT), terceiro lugar no primeiro turno, em seu programa de governo. Ele falou sobre o assunto após participar de reunião com governadores da Região Nordeste em um hotel na zona sul paulistana em que discutiu estratégias e propostas para a campanha.

“Eu conversei com o Roberto Mangabeira Unger [representante de Ciro] e disse a ele que estaria aberto a incorporar propostas que fossem compatíveis com os princípios [do PT]. E não há incompatibilidade entre os programas”, disse o candidato. Haddad destacou ainda que as diretrizes dos programas são similares, entre elas: soberania nacional, soberania popular, direitos trabalhistas e direitos sociais. “Enfim, os dois programas estão muito afinados”, acrescentou.

Entre os governadores eleitos ou reeleitos presentes estavam Wellington Dias, governador do Piauí; Camilo Santana, governador do Ceará; Rui Costa, governador da Bahia; Flávio Dino, governador do Maranhão. Gleisi Hoffmann, presidenta do PT, e Jaques Wagner, senador eleito pelo PT na Bahia também participou. Wagner passou a integrar a coordenação da campanha. Amanhã (10), segundo Haddad, o PT irá se reunir com governadores do PSB, partido que oficializou hoje (8) apoio ao petista.

Segundo Haddad, durante a reunião com os governadores, foram discutidas propostas “sensíveis ao Nordeste”, como a questão da segurança pública e da saúde. “A Polícia Federal vai passar a atuar no próximo governo contra o crime organizado nacionalmente. A ideia é que nós avancemos no programa que foi apresentado ao Tribunal Superior Eleitoral [TSE] com a ideia de que parte grande do crime hoje tem organizações nacionais”, apontou. No tema da saúde, ele disse que vai criar policlínicas para oferta de serviços de especialidade e cirurgias eletivas.

“Aceno ao mercado”

Questionado sobre um possível aceno ao mercado, Haddad disse que a profissão de professor lhe rendeu a capacidade de rever posições. “Um professor que não seja curioso e nem generoso está na profissão errada. E essa característica me faz todo tempo rever posições, aprender com debate”, declarou.

Ele acrescentou que o partido vem, inclusive, reformulando o plano de governo, como fizeram no tema de uma nova Constituinte. “Deixamos claro que faremos a reforma da Constituição por emenda constitucional. Não tenho nenhum problema com isso. Isso é uma maneira de dizer para a sociedade que nós estamos aqui para aperfeiçoar o nosso programa”, apontou.

Já Jaques Wagner, por sua vez, foi mais duro sobre possíveis declarações do candidato para acalmar o mercado financeiro. “Nós não podemos interferir. Se o mercado escolheu o [Jair] Bolsonaro [do PSL] como o seu candidato, nós queremos que o Haddad seja o candidato do povo brasileiro”, afirmou, acrescentando que é legítimo o mercado dizer quem quer como presidente, mas que “vai ter que conviver com quem for eleito”.

Gratidão

Em entrevista à Rádio Guaíba, do Rio Grande do Sul, Haddad descartou hoje a possibilidade de se afastar do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde abril em Curitiba. A senadora Gleisi Hoffmann (PT-PR) disse que Lula pediu que Haddad se dedique mais à campanha e deixe de visitá-lo. Porém, ele avisou que: “Não cospe no prato que come”.

Para o candidato, o ex-presidente é uma referência para todos. “Lula é um grande líder e foi o melhor presidente que o país já teve. O Brasil teve bons presidentes, mas ele foi o melhor. Nessa condição, ele pode contribuir muito.”

Ao ser questionado se manterá atenção aos conselhos de Lula, ele reiterou sua lealdade ao ex-presidente.

“Eu não cuspo no prato que eu comi e jamais farei isso”, afirmou o candidato. “Outra coisa é que eu não compartilho com injustiça mesmo que eu fique sozinho. Se eu ficar sozinho defendendo uma posição justa, eu prefiro do que ficar com 100% defendendo uma posição injusta. Eu só cheguei ao segundo turno por defender o projeto que Lula representa.”

Para Haddad, a sociedade como um todo tem uma cota de responsabilidade sobre a democracia e a liberdade. Segundo ele, tem três semanas para defender o projeto que ele acredita: do bem-estar do Estado, preservando os direitos e buscando melhor qualidade de vida. “Estou muito disposto a brigar pela vitória.”

Fonte: Haddad diz estar aberto a incorporar propostas de Ciro | Agência Brasil

Share Button

IBGE diz que 5 mil empresas fecharam as portas de 2014 para 2015 e a vida de mais de 40 milhões de brasileiros foram afetadas

Por Ana Cristina Campos | O total de empresas no país caiu 0,1% de 2014 para 2015 com 5 mil empreendimentos a menos, segundo dados da pesquisa Demografia das Empresas, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgada nesta quarta-feira, 4. Em 2015, foram contabilizadas 4,552 milhões de empresas ativas no Brasil.

Nessas empresas, trabalhavam 40,2 milhões de pessoas, sendo 33,6 milhões (83,6%) como assalariadas e 6,6 milhões (16,4%) na condição de sócio ou proprietário. Em comparação a 2014, houve queda de 4,5% no pessoal ocupado assalariado, o que equivale a 1,6 milhão de postos a menos. Esta foi a primeira queda no pessoal assalariado desde o início da série, em 2008, segundo o IBGE.

Os salários e outras remunerações pagos pelas empresas totalizaram R$ 982,4 bilhões em 2015, com um salário médio mensal de R$ 2.168,91, o equivalente a 2,8 salários mínimos.

Do total de empresas ativas em 2015, 15,6% (708,6 mil) correspondiam a empresas que entraram no mercado. Por outro lado, saíram do mercado 713,6 mil empresas, o que representa 15,7% do total de empresas no país em 2015. Segundo o IBGE, a taxa de sobrevivência foi a maior da série e registrou valor de 84,4%, representando 3,8 milhões de empresas que continuaram ativas de 2014 para 2015.

As atividades econômicas que mais se destacaram nas entradas de empresas no mercado em 2015 foram comércio, reparação de veículos automotores e motocicletas com 276,1 mil empreendimentos (39%).

Em 2015, 37,8% das empresas criadas em 2010 ainda estavam ativas no mercado. Nesse período, as atividades que apresentaram as mais altas taxas de sobrevivência foram saúde humana e serviços sociais (54,8%) e atividades imobiliárias (50,8%). A pesquisa indica que a taxa de sobrevivência do comércio está entre as mais baixas no período (36,1%).

Fonte: Brasil fecha 5 mil empresas de 2014 para 2015 | Agência Brasil – Últimas notícias do Brasil e do mundo

Share Button

Chineses voltam a Mato Grosso e se reúnem com o Grupo de Trabalho do Governo

Uma missão do China Development BanK (o correspondente chines do BNDES) começa a conhecer oportunidades de investimento em Mato Grosso nesta terça-feira (04.06). Ela se reúne com técnicos do Governo do Estado no período da tarde, com início às 14 horas, no Salão de Reunião Governador José Garcia Neto para o 9º encontro. Os chineses voltam a Mato Grosso para uma série de prospecção de negócios e vão conhecer o processo de produção agrícola, que coloca o setor como um dos mais avançados do mundo em termos de produtividade. Na pauta dos dias em que vão conhecer Mato Grosso (eles ficam até o dia 10) estão a pecuária, comercialização e os corredores de escoamento dessa produção; o potencial mineral.

“Os chineses estão, cada vez mais, interessados em conhecer Mato Grosso, cujo interesse vai além da logística”, declara o secretário-extraordinário de Estado de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo. Segundo ele, nesse novo encontro vão acontecer diversos painéis, até sexta-feira, e a visita dos chineses encerra com um encontro com o Governador Silval Barbosa, na segunda-feira, 10.

A agenda prevê reunião com o Grupo de Trabalho do Governo de Mato Grosso. Na sequência uma apresentação do China Development Bank (CDB) sobre o Instituto CDB. No encerramento a Sicme fará uma apresentação de um painel sobre os programas especiais para o desenvolvimento da mineração industrial.

Continue Reading

Share Button

Silval mostra determinação política para acelerar a obra

A reunião realizada para receber contribuições ao traçado da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico) que vai ligar Lucas do Rio Verde (MT) a Campinorte (GO), ocorrida nesta sexta-feira (10), no Palácio Paiaguás, demonstra a determinação política do governo para efetivar com celeridade o modal, importante para o escoamento da produção mato-grossense. Prefeitos dos municípios por quais a ferrovia irá passar, lideranças políticas e empresariais se reuniram com o governador Silval Barbosa durante toda a manhã.

O governador Silval Barbosa disse que a Fico é um importante componente para a logística e a solução para Mato grosso, na atual conjuntura do agronegócio. “Essa ferrovia vai possibilitar outra importante economia, que é a extração de minério”, assinalou. A logística é o grande problema do Estado, e o governo está trabalhando muito para resolver. “A tecnologia da produção, da produtividade, os nossos produtores, as federações, já detêm”, disse afirmando que agora era hora de debater o escoamento das riquezas do Estado.

Os presentes fizeram Importantes contribuições para otimizar o processo que visa a colocar o quanto antes os editais para o início das obras. Conforme o secretário Francisco Vuolo, titular da secretaria de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes (Selit) foram apresentados os estudos de traçados elaborados pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), com investimento mínimo de R$ 6,6 bilhões, que inclui a construção de obras de artes, pontes, viadutos, pátios de cruzamentos. O projeto executivo será realizado pela empresa ou consórcio vencedor da concorrência. O prazo para conclusão da obra é de 38 meses.

O prefeito de Lucas de Rio Verde, Otaviano Piveta, está bastante entusiasmado com o novo marco regulatório que proporciona segurança jurídica e vão garantir o retorno dos investimentos realizados pela iniciativa privada. “O dinheiro para a construção da Fico não é problema, pois ela está dentro do PAC, como prioridade do Governo Federal, o que queremos é celeridade na execução, que ela saia do papel o quanto antes”, disse o deputado federal Wellington Fagundes. O senador Pedro Taques também destacou a importância da reunião para debater o traçado da Fico.

Continue Reading

Share Button

Água Boa manifesta-se pró audiência pública no municipio e cobra data

O município de Água Boa (730 km de Cuiabá), por meio dos poderes executivo e legislativo, já manifestou pela realização da audiência pública na cidade para debater a implantação e construção da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico), conhecida também como a Ferrovia da Soja. Em correspondência ao secretário de Acompanhamento de Logística Intermodal de Transporte (Selit), Francisco Vuolo a prefeitura e câmara cobram a definição de data para preparar a cidade para o evento.

A realização de audiências públicas é um imperativo da legislação que rege a construção e implantação de grandes empreendimentos no país. Nas audiências públicas a sociedade civil organizada, por meio das organizações instituídas, entidades de classe, pode se manifestar e debater e até mesmo exigir mudanças no projeto.

No próximo dia 10, próxima sexta-feira, o Governo de Mato Grosso realiza no Auditório Ponce de Arruda, com participação de prefeitos de cidades por quais a Fico vai passar e entidades diversas do segmento produtivo, uma audiência para tomada de subsídio presencial. No dia 24 de maio, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) encerra a tomada de subsídios eletrônica.

Continue Reading

Share Button

Lançados estudos para novas ferrovias em Mato Grosso

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) aprovou, em reunião de sua diretoria, a celebração do Termo de Cooperação Técnica entre a própria ANTT e a Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), que tem por objeto a elaboração de Estudo de Viabilidade Técnica Econômica e Ambiental dos trechos ferroviários Rondonópolis/Cuiabá e Cuiabá/Santarém (EVTEA).

O secretário-extraordinário de Estado de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo, diz que esse é o primeiro-passo para efetivação da implantação e construção da Ferrovia Vicente Vuolo, de Rondonópolis até Cuiabá e Cuiabá – Santarém.

Continue Reading

Share Button

Silval destaca força e transformação econômica com fábrica em Mato Grosso

“Esta indústria, desde sua implantação e que hoje estamos inaugurando, reflete a força de Mato Grosso. O Mato Grosso emergente, o Mato Grosso crescendo, o Mato Grosso transformando-se e gerando oportunidades”, assim se pronunciou o governador Silval Barbosa após a inauguração da fábrica da Votorantim Cimentos – Cuiabá, nesta quinta-feira (11.04), a segunda unidade do grupo em Mato Grosso, que praticamente dobra a sua capacidade de produção. São mais 1,2 milhão de toneladas cimento por ano, que vão se somar aos 1,3 t/ano da unidade de Nobres. O Estado passa a ser um Estado exportador de cimentos.

O governador Silval Barbosa fez questão de “agradecer ao Grupo Votorantim por acreditar, não só no estado, mas como em toda a região Centro-Oeste, mas acreditamos que num futuro próximo, quando dobrar a planta, atender toda a América do Sul”. Silval fez questão, em sua fala, destacar que Mato Grosso, entre todas as unidades da federação, é um estado diferenciado. “Todos os números idealizados e prospectados, eles são superados todas às vezes antes do prazo estipulado”, afirma.

Fábio Ermírio de Moraes, membro do Conselho de Administração da Votorantim Participações, em sua fala, disse que a nova unidade representa um aporte de R$ 400 milhões, que duplica a produção e “reforça a nossa confiança no crescimento da região e do Brasil”, enfatizou.

A nova indústria vai gerar em torno de 600 empregos, entre diretos e indiretos. Mas, antes de tudo, vai impactar na economia da indústria da construção civil, com a redução dos custos do frente, um fator importante no valor do preço final do produto ao consumidor, segundo Edivaldo Rabelo, diretor técnico da Votorantim.

Continue Reading

Share Button

Silval inaugura fábrica de combustíveis da Bunge

Nova Mutum, MT – O governador Silval Barbosa, ao lado do ministro Pepe Vargas, do Desenvolvimento Agrário, participou da inauguração da primeira fábrica de biodiesel no Brasil da empresa Bunge. A nova unidade está instalada no município de Nova Mutum, distante 303 km de Cuiabá, onde a Bunge já tem uma unidade de esmagamento de soja, inaugurada há quatro anos. A fábrica de biodiesel representa um investimento de R$ 60 milhões e vai produzir 150 mil m³ de combustível verde, metade da capacidade instalada, segundo o presidente da empresa, Pedro Parente.

“Essa empresa, que já tem perto de 30 unidades em Mato Grosso, vem contribuir de maneira significativa, com esta unidade, para a agregação de valores e dar poder de competitividade aos nossos produtores”, disse o governador. Silval Barbosa destacou que “em Mato Grosso estamos comemorando como o maior gigante da produção”. Ele falou dos desafios que o Estado precisa superar. O maior de todos é o desafio logístico. Lembrou que os produtores detém a tecnologia da produção mas o gargalo do transporte tem segurado o desenvolvimento.

O ministro Pepe Vargas destacou o programa nacional de produção e uso do biodiesel (PNPB), no qual a nova fábrica se insere, proporcionando a liderança do Brasil na produção e consumo do biodiesel..

Continue Reading

Share Button

Seminário destaca identificação do trabalho escravo como o primeiro passo para erradicação

São Félix do Araguaia, MT – A luta pela erradicação do trabalho escravo começa com a identificação do trabalho escravo. Quais são as vítimas do trabalho escravo? Por que existe trabalho escravo ainda hoje, no início deste século 21, apesar de uma ampla legislação de proteção aos direitos do trabalhador e da pessoa humana? Como se origina e suas práticas mais frequentes de aliciamento e quais os mecanismos de combate ao trabalho escravo? Um dos mecanismos é a realização de seminários, como este que encerrou neste sábado (02.02), “1970-2012: A luta pela Erradicação do Trabalho Escravo no Brasil – Somente em Rede Poderemos Erradicar o Trabalho Escravo”, em São Félix do Araguaia (1.159 km de Cuiabá), realizado na Prelazia de São Félix do Araguaia.

O seminário, cuja abertura solene aconteceu na noite dessa sexta-feira (01.02), quando o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso, em comemoração aos 20 anos de atuação do órgão no Estado, prestou uma homenagem a Dom Pedro Casaldáliga, com uma placa, entregue pelo procurador-Chefe do MPT, Thiago Gurjão Alves Ribeiro.

Elizabete Fátima Flores, da CPT e coordenadora do encontro, disse que o principal objetivo desse seminário de sensibilização era a participação dos municípios do Vale do Araguaia, foi alcançado. Dos 13 municípios que compõem o Vale do Araguaia 12 foram convidados e apenas um deixou de participar. O segundo objetivo era que os representantes fossem da área da educação e do Centro de Referência de Assistência Social (Cras) de cada município. “O que se busca agora é a integração dos municípios na rede de enfrentamento ao trabalho escravo”. Ela destaca a participação maciça dos municípios principalmente por estar em início de mandato.

Continue Reading

Share Button

Empresários italianos apresentam projetos de investimentos em Mato Grosso

Um grupo de empresários italianos, capitaneados pela Câmara de Comércio Privado Itália-Brasil, apresentou ao governador Silval Barbosa, nesta sexta-feira (25.01), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, projetos e intenção de investimentos em Mato Grosso. “É o primeiro passo de empresas com intenções de investimentos e participar do processo de desenvolvimento do Estado”, disse o coordenador da Câmara e da empresa de tecnologia Lettera22, Maurízio Rocchi.

Segundo o presidente da MT Participações e Projetos S.A (MT-Par), César Zílio, Silval Barbosa assistiu a uma apresentação mostrando o perfil e agenda de negócios de cada uma das oito empresas participantes da comitiva e ao final da reunião se mostrou bastante satisfeito e confiante que a visita se converta em ótimos negócios que beneficie, não só a economia, a sociedade como um todo, na geração de emprego e renda,

O presidente da MT-Par fez questão de destacar o fato da visita ser exclusiva a Mato Grosso e nos últimos dois dias (23 e 24.01) estiveram reunidos com a diretoria da empresa conhecendo a realidade socioeconômico do estado, perspectiva de crescimento e possibilidades de parcerias nas mais diversas áreas.

O empresário Aroldo Curzi, membro da Câmara de Comércio Privado, explicou que os empresários na Europa recebem informações sobre Mato Grosso e seu crescimento em níveis asiáticos. Eles vieram, de forma exploratória, ver se esse crescimento é coordenado e sustentável e qual a melhor forma de participar. Segundo ele, são empresas dos mais diversos ramos, nas áreas de infraestrutura, construção, de energia e projetos.

Continue Reading

Share Button

Governo recebe autorização para funcionamento da Zona de Processamento e Exportação de Mato Grosso

O governador Silval Barbosa recebeu das mãos do secretário-executivo do Conselho Nacional das Zonas de Processamento de Exportação (CZPE), Gustavo Saboia Fontenele, a documentação oficial de homologação da Zona de Processamento de Exportação (ZPE) de Mato Grosso, com sede no município de Cáceres. O ato de entrega aconteceu na manhã desta segunda-feira (21.01), no Palácio Paiaguás.

Silval disse que a ZPE, antes denominada ZPE de Cáceres, agora ZPE de Mato Grosso, tem todo apoio do governo para a sua consolidação, com a implantação da infraestrutura necessária – pavimentação asfáltica, rede de energia e sistema de abastecimento de água; bem como a construção da sede da ZPE.

O mais importante, porém, destacou o governador, é a participação do governo brasileiro, por meio do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, “que está dando todo apoio técnico necessário para a consolidação efetiva do parque industrial de Cáceres”, adiantou. Silval Barbosa disse ainda que existe uma cobrança e o governo de Mato Grosso vai estudar a possibilidade de avançar na questão dos incentivos fiscais para as empresas que se instalarem na ZPE.

O secretário-Executivo da SE/CZPE, Gustavo Saboia disse que das 24 ZPEs que estão em diferentes estágios pré-operacionais, a de Mato Grosso é a que está num estágio mais avançado e cabe agora entendimento com a Receita Federal que é o órgão responsável pelo alfandegamento. “A ZPE é um instrumento de desenvolvimento, de investimento e geração de emprego e renda para o Estado”, disse.

Continue Reading

Share Button

Nova Diretoria do Corecon-MT entrega comenda ao governador

O governador Silval Barbosa recebeu nesta sexta-feira (18), no Palácio Paiaguás, a diretoria recém-empossada do Conselho Regional de Economia de Mato Grosso (Corecon-MT), encabeçada pelo economista Aurelino Levy Dias de Campos. Na oportunidade, o Corecon de Mato Grosso entregou a comenda, com moção de louvor, outorgada pelo plenário da entidade em outubro de 2012.

A moção, segundo o presidente Aurelino Levy, é um reconhecimento da categoria pelos relevantes serviços prestados na reestruturação da dívida do Estado de Mato Grosso. Levy destaca que com a reestruturação empreendida pelo Governo, tendo a frente Silval Barbosa, o Estado hoje paga menos no serviço da dívida, possibilitando um maior investimento na infraestrutura.

O governador fez um balanço do quadro econômico e financeiro do Estado e os conselheiros da entidade saíram bastante otimistas quanto ao futuro de Mato Grosso. Levy completa que o Estado vem passando por um momento de crescimento, com novas realizações, com implantações de novas infraestruturas.

Continue Reading

Share Button

Silval e Infraero assinam ordem de serviço da 3ª etapa do Aeroporto Marechal Rondon

O governador Silval Barbosa e o presidente da Infraero, Antônio Gustavo Matos do Vale assinaram na manhã desta quinta-feira (13.12) a ordem de serviço para a construção da 3ª etapa do Aeroporto Internacional de Cuiabá – Várzea Grande Mal. Cândido Rondon.

Após assinatura os dois, acompanhados das demais autoridades, inauguraram o novo prédio administrativo, referente a segunda etapa, conforme o cronograma que possibilita a continuidade do projeto de reforma e construção do novo terminal de embarque e desembarque do Aeroporto e demais obras em torno, como o novo estacionamento.

As obras desta terceira etapa serão entregues em dezembro de 2013. O ato de assinatura aconteceu no auditório da Infraero em Várzea Grande.

Antes da assinatura, a Infraero, por meio da Superintendência de Empreendimentos, um memorial da obra. Recapitulando: A primeira etapa foi a construção do módulo operacional provisório (MOP), entregue em novembro de 2011, seguido da segunda etapa, o novo prédio administrativo para possibilitar a demolição e construção do novo terminal de passageiros. Nesta nova etapa a Infraero vai investir mais R$ 77,2 milhões. O Aeroporto Mal. Rondon já conta com a pista de pouso e decolagem com grooving totalmente revitalizada.

O governador Silval Barbosa fez questão de destacar a parceria entre o Governo de Mato Grosso e a Infraero, que possibilitou com que as obras pudessem sair do papel e ganhar essa agilidade, permitindo o resgate desse compromisso assinado pelo Governo Federal com a Fifa. Silval informou que está bastante confiante, pois o Consórcio Marechal Rondon (EngeGlobal, Farol Empreendimentos e Multimetal Engenharia) vencedor da licitação conta com a participação da EngeGlobal , a mesma empresa que construiu o MOP e o prédio administrativo.

“Eu estou muito tranquilo quanto ao cronograma da obra o Aeroporto. O importante é ressaltar a parceria e a confiança que a Infraero tem no Governo ao delegar essa obra, além da facilidade de comunicação que temos com a Infraero”, disse Silval.

Continue Reading

Share Button

Setor atacadista comemora ano positivo em Mato Grosso

O governador Silval Barbosa participou como convidado de honra nesta sexta-feira (07.12) da confraternização anual da Associação Mato-grossense de Atacadistas e Distribuidores (AMAD). A entidade apresentou uma moção de agradecimento ao Governo e ao deputado José Riva, pelo apoio proporcionado ao segmento atacadista.

O governador fez uma avaliação positiva da economia de Mato Grosso, que está aquecida no agronegócio, na construção civil “e tudo isso, sem dúvida nenhuma, repercute no mercado do comércio varejista e atacadista”.

Silval ressaltou que a meta do governo é continuar prospectando o Estado de Mato Grosso, para que ele continue em desenvolvimento, com esses índices de crescimento positivo e assim atrair mais investimentos.

Continue Reading

Share Button

Chico Daltro participa do lançamento do Curso de Turismo Sustentável

A abertura do curso de Turismo Sustentável, promovido pela Organização Internacional do Trabalho (OIT), em parceria com a Embaixada Britânica em Brasília e apoio do Governo de Mato Grosso, e o lançamento nacional do Manual para Redução da Pobreza por meio do Turismo aconteceram nesta terça-feira (04.11), em solenidade realizada no Palácio Paiaguás – Salão Governador João Ponce de Arruda, com a presença do vice-governador Chico Daltro.

O curso Turismo Sustentável, que acontece até a próxima quinta-feira (06.11), com a participação efetiva da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setas), é voltado para os empresários, operadores e gestores públicos do setor de turismo – com ênfase aos envolvidos na preparação para a Copa do Mundo 2014 – e executores de programas de qualificação profissional, que inclui a Setas e a Secitec.

O vice-governador Chico Daltro disse que a realização do curso, com foco na sustentabilidade, “vem ao encontro de uma das principais diretrizes do governador Silval Barbosa para a preparação da Copa do Mundo em 2014, aqui em Cuiabá, que é a qualificação das pessoas, principalmente daquelas que vão prestar serviços, seja na área público ou na iniciativa privada”, destacou.

Continue Reading

Share Button

Pequenos produtores devem procurar o Banco do Brasil para regularizar dívidas junto ao Pronaf

Os pequenos produtores rurais que estão inadimplentes por conta de financiamentos através do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) devem procurar o agente financeiro, Banco do Brasil, para regularizar sua situação. O processo de regularização, para quem acessou os recursos dos Pronaf, inicia com a simples declaração de intenção de quitar sua dívida. Com a regularização os pequenos produtores vão poder acessar as novas linhas de créditos anunciadas pelo Governo Federal para a Agricultura Familiar para a safra 2012/2013.

O secretário de Estado Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, Carlos Luiz Milhomen de Abreu, disse que é importante o pequeno produtor procurar o Banco do Brasil e fazer essa declaração e ter o seu CPF limpo para alcançar todos os benefícios e esse é um apelo do Governo e o Banco do Brasil, segundo Carlos Milhomen, nesse primeiro momento, não vai exigir nenhum desembolso. O banco, contudo, quando o índice de inadimplência é muito alto pode travar os financiamentos inclusive para outros produtores, daí a preocupação.

Além disso, destaca o secretário, o pequeno produtor pode se beneficiar também de programas de aquisição de alimentos para merenda escolar, recebendo um valor diferenciado, o equivalente praticado no comércio. “Isso tudo só se estiver com o CPF limpo”, ressaltou Milhomen.

O presidente da Associação Mato-grossense dos Municípios, Meraldo Sá, apela ainda aos prefeitos, secretários municipais no sentido de orientar os pequenos produtores a procurar as agências do Banco do Brasil para renegociar a sua dívida. Ele lembra que o Pronaf tem beneficiado inúmeras famílias e promovido o desenvolvimento das cadeias produtivas em diferentes regiões do estado.

Continue Reading

Share Button

Governo irá firmar parceria para asfaltar estrada no Vale do Araguaia

e  Jota Passarinho

O governador Silval Barbosa recebeu, nesta quinta-feira (20.09), em seu gabinete no Palácio Paiaguás, um grupo de empresários e líderes políticos do Vale do Araguaia. Os empresários apresentaram o projeto de formação de um consórcio para pavimentação de estradas da região, com objetivo de integrar os munícios e acelerar o processo de desenvolvimento socioeconômico.

Silval Barbosa, ao final da reunião, se mostrava bastante animado com a parceria proposta pelos participantes da reunião. “Os empresários se mobilizam para ajudar o desenvolvimento pleno da região do Araguaia”, disse.

“Os empresários e lideranças políticas propõe a construção de uma estrada de integração entre os munícipios, aliado ao desenvolvimento da produção”.

Segundo Silval, essa parceria vai fazer acontecer o desenvolvimento da região. Ele lembrou que o Estado já está presente, construindo a estrada entre Confresa e Fontoura, mas o que se quer agora é a ligação de Santa Cruz do Xingu com São José do Xingú. Com a parceria Estado-empresariado, o governador acredita que no prazo de dois anos a estrada deveria estar concluída.

Continue Reading

Share Button

Governador Silval Barbosa assina contrato de renegociação da dívida nos EUA e promete investimentos em setores essenciais

O governador Silval Barbosa assinou nesta segunda feira (10.09), nos Estados Unidos, contrato de empréstimo com o Bank of America – Banco do Brasil no valor de U$ 479 milhões que serão usados integralmente para o Estado quitar parte da dívida com a União, no modelo de reestruturação da dívida proposto pela equipe econômica mato-grossense.

Trata-se de uma operação de crédito inédita no Brasil. Segundo o governador “é uma quebra de paradigma e um marco na gestão pública”.

Mato Grosso vai antecipar a quitação de parte da dívida com a União, que atualmente gira em torno de R$ 4,6 bilhões. Os juros que hoje são em torno de 12,5% (6% fixos e mais a parte variável do GPDI, que este ano deverá ser de 7,5%). Com a renegociação os juros passarão para 5% em dólares pelo mesmo período. O detalhe importante é que o empréstimo começara a ser pago apenas em 2015 e serão oito anos para quitar a divida.

Silval destaca que essa renegociação tem o aval da presidenta Dilma Rousseff e acontece por conta da elevação de Mato Grosso a grau de investimento por duas agências internacionais de classificação de risco em 2012.

O que representa essa renegociação para Mato Grosso?

Silval Barbosa – Uma quebra de paradigma e, ao mesmo tempo, é um marco histórico da gestão pública em Mato Grosso.

Por quê?

Silval – Porque Mato Grosso vai utilizar os recursos, ao reestruturar a sua dívida que custa em torno de 18% ao ano e vai para uma dívida que vai custar em torno de 5%, em dólares, ao ano. Só isso terá um efeito importante sobre a gestão pública, pois vai liberar recursos do próprio Tesouro do Estado para melhoria da qualidade de vida por meio de investimentos na área econômica, na área de infraestrutura e na área social.

Como o Sr. avalia o momento econômico financeiro?

Silval – O momento é de cuidado. O Brasil teve um crescimento em 2010 de 7,5% e, de 2011 para cá, tivemos uma queda. Isso sinaliza em 2012 um crescimento abaixo de 2%. Isso significa que a crise europeia ainda impacta a economia do país e do Estado.

Mato Grosso pode ser afetado?

Silval – Isso exige dos administradores públicos, do governador, mais cautela, mais rigor no controle das despesas. Por outro lado, Mato Grosso tem um ritmo de crescimento acelerado e o governante não pode descuidar de continuar promovendo o desenvolvimento social e econômico. Para fazer isso precisamos de recursos próprios.

Como a renegociação ajuda a superar esses momentos de dificuldade?

Silval – A renegociação vai ajudar da seguinte forma. Estava programado um desembolso pelo Tesouro do Estado em 2012 e 2013. Do total previsto, a partir da assinatura do empréstimo, ainda em 2012 vamos economizar R$ 220 milhões e em 2013 outros R$ 600 milhões. Esses recursos vão ficar disponíveis para investimentos. Novos investimentos. Ao realizarmos novos empreendimentos, o governo vai estimular a atividade econômica. Aquecendo a economia de Mato Grosso cria-se o chamado círculo virtuoso. O governo, ao contratar empresas, promove mais serviços e as empresas, por seu turno, vão contratar mais gente, que gera mais salário, que compra mais no comércio e por sua vez vai arrecadar mais impostos.

Continue Reading

Share Button

Governador Silval Barbosa lança Plano Safra e entrega títulos fundiários

O Plano Safra da Agricultura Familiar 2012/2013, que destina a Mato Grosso R$ 266 milhões, foi lançado nesta quinta-feira (23.08) pelo Governador Silval Barbosa e o secretário de Regularização Fundiária na Amazônia Legal, Sérgio Lopes, no ato representando o Ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas. A solenidade foi realizada no Palácio Paiaguás, com a presença de representantes de entidades do segmento. No ato também foram entregues títulos de regularização fundiária a famílias de quatro pequenos produtores rurais.

Do total dos R$ 266 milhões, R$ 240 milhões são destinados ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf), R$ 17 milhões para o Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae); R$ 6,8 milhões para a Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater) e R$ 1,9 milhão para o Programa de Aquisição de Alimentos. O Ministério do Desenvolvimento Agrário, com base no Censo Agropecuário 2006 do IBGE, registra mais de 113 mil propriedades rurais, sendo que 86 mil são de estabelecimentos da agricultura familiar, equivalente a 76% dos imóveis rurais no Estado.

O governador Silval Barbosa destacou que Mato Grosso “a cada ano que passa, vem conseguindo fortalecer o homem do campo, proporcionando a estrutura e o conforto necessários”. Silval exemplificou com o ‘Luz para Todos’, projeto que inicialmente previa beneficiar 40 mil propriedades em Mato Grosso, já chegou a mais de 130 mil propriedades e ainda estão previstas mais 100 mil. “Com a luz o produtor passa a ter mais conforto em casa”, disse.

Alia-se a isso a aquisição de maquinário, que proporcionou as patrulhas mecanizadas, que garantem a manutenção das estradas vicinais de acesso às propriedades e garantia no escoamento da produção; o crescente número de propriedades que estão sendo regularizadas e a ampliação e renovação da frota do transporte escolar, que em Mato Grosso até o final do governo deve alcançar 100% da frota. Esse conjunto de ações, destaca Silval Barbosa, garantem o homem no campo. Junto com a regularização fundiária, o pequeno produtor tem acesso ao crédito e assistência técnica.

Continue Reading

Share Button

Silval Barbosa cumpre agenda em Brasília e participa do lançamento do novo programa do Governo Federal

O governador Silval Barbosa se encontra em Brasília para participar, logo mais às 10h (horário de Brasília), desta quarta-feira (15.08), no Palácio do Planalto, a convite da presidenta Dilma Rousseff, do lançamento do novo Programa de Concessões para aumentar os investimentos em rodovias e ferrovias, modernizar a malha de transportes brasileira e ampliar sua integração.

A iniciativa do Governo Federal procura integrar rodovias, ferrovias, portos e aeroportos; reduzir custos e ampliar a capacidade de transporte; promover a eficiência e aumentar a competitividade do país; e estimular o investimento nacional e internacional em infraestrutura.

Essa iniciativa, lembra Silval Barbosa, vem ao encontro daquilo que Mato Grosso vem buscando dentro da política de logística proposta no Plano de Governo.

Continue Reading

Share Button

Campanha de vacinação contra febre aftosa alcança perto de 100% do rebanho de Mato Grosso

Mato Grosso confirma o sucesso da campanha de vacinação contra a febre aftosa de 2012. Em maio deste ano, foram vacinados mais de 12,2 milhões de bovinos e bubalinos com até dois anos de idade. O total vacinado corresponde a 99,8% do rebanho existente nessa faixa etária em território mato-grossense. A baixa inadimplência alcançada este ano deve-se, primeiro, ao incessante trabalho de divulgação, educação sanitária e fiscalização por parte da coordenação de Defesa Animal do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea/MT), e, segundo, ao apoio dos produtores rurais que confiam nessa iniciativa para manter o rebanho mato-grossense livre de febre aftosa.

Segundo dados da secretaria de Desenvolvimento Rural e Agricultura Familiar, desde 2007, todas as etapas da campanha de vacinação contra febre aftosa têm alcançado índices de vacinação superiores a 99%, que garantem a homogeneidade entre as regiões do Estado. Segundo a coordenação de Defesa Animal Indea/MT, em torno de 500 servidores atuaram na fiscalização visitando as propriedades.

O Indea e o Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) são os órgãos oficiais responsáveis pela regulamentação, divulgação, educação sanitária, controle e fiscalização da vacinação, cabendo ao produtor arcar com a aquisição e aplicação da vacina.

Continue Reading

Share Button

Câmara aprova texto-base de MP que desonera folha de pagamento

Heloisa Cristaldo

O plenário da Câmara aprovou por 299 votos favoráveis e nenhum contrário o texto-base da Medida Provisória (MP) 563 que integra o Plano Brasil Maior e concede incentivos fiscais para diversos ramos da indústria. O texto final ainda pode ser alterado por meio de destaques. Durante a votação, o plenário rejeitou três requerimentos propostos pela oposição como parte da estratégia de obstrução para adiar a votação da MP.

A MP 563 estabelece regimes fiscais diferenciados e desonera produtos e a folha de pagamentos de alguns setores. Serão beneficiados com a desoneração da folha de pagamentos, em troca de uma percentagem sobre a receita bruta, os setores de hotéis, móveis, autopeças, naval, aéreo e de empresas de call center e de projetos de circuitos integrados (chips).

Continue Reading

Share Button

Terminal de Itiquira é mais um passo do avanço da Ferrovia em Mato Grosso

O Terminal Intermodal de Itiquira – que será inaugurado neste sábado (02.06) com a presença do governador Silval Barbosa e do ministro dos Transportes, Paulo Sérgio Passos- é a concretização de um ideal visionário do grande Euclides da Cunha, lá no início do século 20, da determinação política do Senador Vicente Vuolo e do empreendedorismo de empresários que acreditaram na viabilidade desse projeto. O passo que se concretiza representa mais 212 quilômetros de ferrovia, no trecho Alto Taquari – Alto Araguaia – Itiquira. Os outros 148 quilômetros até a cidade de Rondonópolis estão em construção e o trecho deverá estar concluído até dezembro deste ano, segundo a concessionária América Latina Logística (ALL).

“O Terminal de Itiquira é um passo concreto do avanço da Ferrovia em Mato Grosso”, afirma o secretário extraordinário de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes de Mato Grosso (Selit/MT), Francisco Vuolo. E esse avanço deve-se em grande parte à determinação política do governo Silval Barbosa, que vê a logística como um fundamento importante na expansão econômica de Mato Grosso, que hoje é o maior exportador de grãos, um dos maiores produtores de carne bovina.

A importância do Terminal Intermodal para a cidade de Itiquira, segundo Vuolo, tem diversos aspectos. O primeiro deles, é o econômico, que se vê claramente, cujos resultados efetivos já trouxeram para Mato Grosso, desde 2000, quando da inauguração do Terminal de Alto Taquari e posteriormente o Terminal de Alto Araguaia. A transformação por qual passou essas cidades e a região em torno delas é evidente. Eram cidades – apesar da qualidade da terra, do potencial agropecuário – cujas expectativas eram limitadas. Com a chegada da ferrovia aconteceu um crescimento significativo, atraindo indústrias, valorização econômica da terra, geração de novos empreendimentos, num círculo virtuoso permanente.

Junto com esse crescimento, alia-se os avanços sociais. Alto Taquari e Alto Araguaia investiram no aumento de escolas e na área de saúde para atender ao crescimento da demanda. Esses investimentos na área social, destaca Vuolo, impactaram também na população como um todo, além da geração de emprego e renda. “Ao que tudo indica, o Terminal de Itiquira vai produzir algo semelhante na região”, analisa.

Continue Reading

Share Button

Ibama emite Licença de Operação da Ferrovia Senador Vuolo até Itiquira

O presidente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Minerais Renováveis (Ibama), Fernando Marques, assinou na tarde desta segunda-feira (23.04) a Licença de Operação (LO) da Ferrovia Senador Vicente Vuolo – o trecho até Itiquira. A informação é da Secretaria-extraordinária de Estado de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes (Selit). Com a liberação da LO, o Terminal Intermodal de Itiquira já poderá funcionar a partir da próxima semana. O foco agora é a conclusão do trecho até a cidade de Rondonópolis, diz o titular da Selit, Francisco Vuolo.

A liberação da LO, lembra o secretário, deve-se a ação do governador Silval Barbosa, que na semana anterior esteve em audiência, junto com membros da bancada federal, na sede do Ibama, em Brasília. “A participação do governador Silval Barbosa foi decisiva”, afirma o secretário.

Na oportunidade participaram o senador Jayme Campos, os deputados federais Wellington Fagundes, Eliene Lima e Homero Pereira, o prefeito de Itiquira, Ernane Sander, além de dirigentes da ALL – América Latina Logística, que entregaram os últimos documentos exigidos pelo órgão.

Continue Reading

Share Button

Cidades da Copa devem ter telefonia 4G até dezembro do ano que vem

Sabrina Craide

As operadoras que vencerem o leilão da faixa de frequência de 2,5 giga-hertz (GHz), que será destinada à telefonia de quarta geração (4G), deverão oferecer o serviço a todas as cidades que serão sedes da Copa das Confederações até abril do ano que vem e para todas as sedes e subsedes da Copa do Mundo até dezembro de 2013. As regras para o leilão, que deve ser realizado no início de junho, foram aprovadas pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel).

Todas as capitais do país e os municípios com mais de 500 mil habitantes terão a tecnologia 4G até dezembro de 2014. As cidades com mais de 200 mil habitantes serão contempladas em dezembro de 2015 e as com mais de 100 mil habitantes, até dezembro de 2016. Os municípios que tem entre 30 e 100 mil habitantes serão atendidos até dezembro de 2017.

Nos pequenos municípios, as operadoras poderão utilizar a infraestrutura já existente para oferecer banda larga, mas ainda com a tecnologia de terceira geração (3G). “Estamos passando a mensagem de que investir vale a pena. Porque aqueles que já fizeram investimentos vão poder utilizar a sua infraestrutura”, disse o relator da proposta, conselheiro Marcelo Bechara.

A proposta do edital foi colocada em consulta pública em janeiro e recebeu 2011 contribuições. O relator propôs a divisão de uma das subfaixas que será licitada em dois blocos, o que, segundo ele, vai aumentar a competitividade da licitação.

As empresas que vencerem o leilão das faixas destinadas à telefonia 4G deverão usar pelo menos 60% dos equipamentos fabricados no país em suas redes entre 2012 e 2014. Nos dois anos seguintes, o percentual dos investimentos em aquisição de bens e produtos com tecnologia nacional passa para 65% e, entre 2017 e 2022, para 70%.

Continue Reading

Share Button

Vila Rica se destaca como o 8º município mato-grossense com gestão fiscal eficiente pela Firjan

Avaliação da economia dos estados e municípios é uma preocupação permanente dos segmentos empresariais, por meio de suas entidades representativas, para dispor de dados e saber os melhores momentos e locais para investimentos, assim como contribuir para a melhoria da gestão dos recursos públicos. Um desses instrumentos é o Índice Firjan [Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro] de Gestão Fiscal (IFGF), “uma ferramenta de ‘accountability’ que tem como objetivo estimular a cultura da responsabilidade administrativa, por meio de indicadores que possibilitem o aperfeiçoamento das decisões quanto à alocação dos recursos públicos, bem como maior controle social da gestão fiscal dos municípios”, segundo a própria Firjan.

O IFGF é um instrumento que tem credibilidade pois só trabalha com números oficiais disponibilizado pela Secretaria do Tesouro Nacional (STN). São esses números que mostram que o município de Vila Rica (distante 1.259 km ao Noroeste de Cuiabá) é o 8º – isso mesmo – oitavo entre os dez municípios mato-grossenses considerados de gestão excelência ou boa, está entre os 200 municípios brasileiros melhores ranqueados dentre todos os municípios com dados disponíveis na STN.

O IFGF varia entre 0 e 1, quanto maior, melhor é a gestão fiscal do município. Cada município é classificado com conceitos A (Gestão de Excelência, acima de 0,8001 pontos), B (Boa Gestão, entre 0,6001 e 0,8), C (Gestão em Dificuldade, entre 0,4001 e 0,6) ou D (Gestão Crítica, inferiores a 0,4 pontos). E o índice trabalha com cinco quesitos, a saber: IFGF Receita Própria, referente à capacidade de arrecadação de cada município; IFGF Gasto com Pessoal, que representa quanto os municípios gastam com pagamento de pessoal, medindo o grau de rigidez do orçamento; IFGF Liquidez, responsável por verificar a relação entre o total de restos a pagar acumulados no ano e os ativos financeiros disponíveis para cobri-los no exercício seguinte; IFGF Investimentos, que acompanha o total de investimentos em relação à receita líquida, e, por último, o IFGF Custo da Dívida, que avalia o comprometimento do orçamento com o pagamento de juros e amortizações de empréstimos contraídos em exercícios anteriores.

Continue Reading

Share Button

FCO Itinerante leva informação sobre acesso a recursos aos micros e pequenos empresários

Juscimeira, MT – O Governo de Mato Grosso, por meio das secretarias de Estado de Indústria, Comércio, Minas e Energia (Sicme), de Desenvolvimento Rural e Agricultura (Sedraf) e de Desenvolvimento do Turismo (Sedtur), e seus parceiros – Banco do Brasil, Sebrae e Sudeco – deram início ao programa FCO Itinerante. Os primeiros municípios a serem contemplados foram Pedra Preta (15.03) e Juscimeira, nessa sexta-feira (16.03). “O objetivo fundamental do FCO Itinerante é o de divulgar essa linha de financiamento, buscando o desenvolvimento da economia do município na geração de emprego e renda”, como explica o superintendente de Comércio da Sicme, Wilson Pereira.

O FCO Itinerante leva a informação até o público alvo, formado por micros e pequenos empresários e proprietários rurais, para que eles possam ter acesso a esse agente fomentador e assim gerar o crescimento e diminuir as desigualdades pela geração de riqueza e emprego.

Um dos parceiros, o Banco do Brasil, agente financeiro do FCO (Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste), por meio da Superintendência de Mato Grosso, leva os princípios básicos de como acessar os recursos. A palestra do analista de Mercado Pessoa Jurídica, Eduardo Luna Mendes, geralmente acontece depois da representante da Sudeco que explica o que é FCO.

Continue Reading

Share Button

Boa Notícia: Dilma confirma leilão de telefonia 4G para maio

por Luana Lourenço*

A presidenta Dilma Rousseff confirmou a intenção do governo de realizar o leilão para os serviços de telefonia móvel de quarta geração (4G) em maio, contrariando as empresas do setor, que querem mais tempo até a licitação. Dilma está em Hannover, na Alemanha, onde participou nesta segunda-feira (o5/03) da abertura da Feira Internacional de Tecnologia da Informação, Telecomunicações, Software e Serviços (CeBIT), maior evento do setor, que este ano tem o Brasil como país parceiro.

“Licitaremos, em maio, as faixas necessárias para a implantação dos telefones móveis de quarta geração. Estaremos operando nestas faixas ainda em 2013 nas 12 cidades-sede da Copa do Mundo de 2014”, disse a presidenta, ao listar medidas do governo para o setor. Dilma também citou a ativação de uma rede de fibra ótica para banda larga de 31 mil quilômetros, que, segundo ela, chegará às capitais dos 27 estados brasileiros.

“Contrataremos, ainda em 2012, a construção de cabos óticos submarinos para ligar o Brasil à América do Norte, à Europa e à África. Essas saídas internacionais serão somadas a um anel ótico sul-americano, cuja implementação foi decidida pelos países que integram a Unasul [União das Nações Sul-Americanas]”, acrescentou.

Continue Reading

Share Button

Ibama fará vistoria técnica para liberar terminal intermodal de Itiquira

O terminal intermodal de Itiquira está próximo de entrar em operação. O secretário-extraordinário de Estado de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo, informou que o Ibama já agendou para o período entre os dias 13 e 17 de fevereiro uma visita técnica no local para as últimas vistorias e posterior licenciamento de operação (L.O.).

“Sem essa licença o terminal não pode operar”, afirma. Segundo Vuolo, o governo do Estado está acompanhando par-e-passo todo o conjunto das obras. Tanto que, essa visita técnica, ressalta-se, deve a articulação do Governo de Mato Grosso que apresentou a demanda da ALL junto ao Ibama.

As obras de asfaltamento da MT-299, do entroncamento da BR-163 até o Terminal de Itiquira, serão concluídas ao menor sinal de estiagem. Francisco Vuolo ressalta, que o governo está trabalhando na celeridade da conclusão do asfalto. As obras estão em ritmo avançado e deverão estar concluídas nos próximos três meses.

A conclusão do terminal de Itiquira está dentro do cronograma estabelecido pela ALL em parceria com o governo de Mato Grosso. A Ferronorte, lembra Vuolo, agora deve chegar a Rondonópolis até o início de 2013, onde será construído um dos maiores terminais intermodais, para escoamento da produção agrícola e outros produtos.

Continue Reading

Share Button

Aviso de licitação para construção do novo Marechal Rondon já está no DOU

O Governo de Mato Grosso publicou na edição de quarta-feira (11.01), no Diário Oficial da União, o aviso de licitação da concorrência 01/2012, por meio da Secretaria de Cidades (Secid), para escolha da empresa de engenharia, na área civil, para construção do novo prédio administrativo da Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária (Infraero) no Aeroporto Internacional Marechal Rondon, em Várzea Grande.

O Secretário-extraordinário de Estado de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo, disse que lançamento do edital à praça é um passo importante e confirmando que o cronograma proposto pelo governador Silval Barbosa, quando da assinatura do Convênio com Infraero, está sendo cumprido.

A nova fase das obras prevê a demolição de edificações e infraestruturas necessárias para a reforma e ampliação do terminal de passageiros e obras vinculadas. A realização da concorrência está prevista para o dia 16 de fevereiro de 2012 – Fuso Horário da Capital às 09h00min, na Sala de Licitações da Secretaria de Estado das Cidades (Secid), no Centro Político Administrativo (CPA).

O estudo preliminar das obras e reformas do Aeroporto Internacional de Cuiabá está à disposição do público no Youtube.

A Secid avisa que o edital completo estará à disposição dos interessados, gratuitamente, na Comissão de Licitações da secretaria, e ainda, disponibilizado no Site da Setpu/Secid: www.sinfra.mt.gov.br – Link: Serviços e Manuais (Editais).

Continue Reading

Share Button