Colonização, progresso e emancipação da Região Norte de MT é tema de dissertação de mestrado

“Colonização, ‘progresso’ e movimento de emancipação: Norte de Mato Grosso uma discussão pós-70”. Este é o tema da dissertação que será defendida pela mestranda Ivonete Giachini Leite, do Mestrado em História, do Instituto de Ciências Humanas e Sociais (ICHS).

A apresentação está marcada para esta quinta-feira (30.06), às 14h, no Auditório I do Bloco ICHS, campus da UFMT em Cuiabá. O trabalho foi desenvolvido sob a orientação do professor João Carlos Barrozo credenciado ao Programa de Pós-Graduação (PPGHis).

A dissertação analisa o movimento de colonização da região Norte do Estado a partir do desmembramento da região Sul de Mato Grosso, com a criação de um novo Estado. Avalia as transformações econômicas pelo agronegócio e as culturais, com a influência dos migrantes sulistas.

“A diferenciação, sobretudo cultural, somada à extensão territorial, à distância para com a Capital, à falta de infra-estrutura, resultante da pouca atuação do governo estadual no Norte do Estado são argumentos utilizados por movimentos separatistas”, surgidos na década de 90.

“A insatisfação levou à organização do movimento divisionista, que nos anos de 1995, 1999, 2000, 2001 e 2003 conseguiu, através de parlamentares, que fossem elaborados Projetos de Decretos Legislativos (PDLs) visando à consulta popular para a emancipação dessa região com a criação de uma ou mais unidades federativas.”

Banca – Farão parte da banca avaliadora de Ivonete Giachini Leite, os professores João Carlos Barrozo (presidente; Edison Antonio de Souza, da Unemat campus Sinop (examinador Externo), a professora Leonice Aparecida de Fátima Alves, do Departamento de História e do PPGHis (examinadora Interna) e o professor Vitale Joanoni Neto do Departamento de História e PPGHis (suplente).

Fonte: Portal da UFMT

Share Button

João Bosquo

João Bosquo, poeta e jornalista, editor deste blogue NAMARRA.COM.BR nas redes sociais: @joaobosquo

Você pode gostar...