Despermanecer

Não permaneço aonde estou
No mesmo lugar
Fora do tempo
Dentro do eixo
Por entre esquinas
Enquanto vejo sóis e luas
Amanhecerem dias-lunares

Não permaneço um segundo
Enquanto o mundo gira
No mesmo ponto
No mesmo intento
De me encontrar

Não importa
Para onde vou
Ali mesmo não me pertenço
Portanto, não permaneço.

2011
Poemas de João Bosquo
Share Button