Do Oitavo Andar

O homem do oitavo andar
olha para o alto e para baixo

Sonha em ser nuvem
pássaro, pluma, reza
asas, beijos, cavalo
crença, letras, cor e
principalmente espírito,
o homem do oitavo andar.

><>Poema do livro “Abaixo-Assinado” (1977), publicado em co-autoria com Luiz Edson Fachin.

Share Button