El Rey, poema de João Bosquo

“ É o rei andrógino
que enterraram”
Manuel Bandeira

O governador bicha
foi enterrado andrógino
coberto de flores murchas

Teresa, do lado, riu pra mim
Nós dois saímos pro quarto
dos fundos da casa grande.

Do livro “Sinais Antigos” (1984), publicação da Edições Namarra.

Share Button