Emanuel Pinheiro anuncia pelo Facebook os secretários de Gestão, Fazenda e Governo

Da Assessoria

Em viagem à Brasília nesta terça-feira (13), o prefeito eleito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (PMDB), anunciou, por meio de sua página oficial no Facebook (@emanuelpinheiromt), o nome dos futuros secretários Municipais de Gestão, Fazenda e Governo. De acordo com o peemedebista, são escolhas que agregam o perfil político e técnico.

Desta forma, quem assumirá a Secretaria Municipal de Gestão a partir do próximo mês de janeiro é o empresário Rafael de Oliveira Cotrim Dias. “Rafael é uma pessoa com sensibilidade pública, que mescla o perfil político e técnico. Sua principal meta à frente da pasta será, junto com os servidores, modernizar a máquina administrativa e a gestão municipal”, observou o prefeito eleito. Rafael é filiado ao PTB, um dos partidos da base de apoio à futura administração.

Já quem assumirá o comando da pasta de Governo é Carlos Roberto da Costa, que já foi secretário adjunto de Estado de Fazenda e prefeito de Nossa Senhora do Livramento (MT) por três mandatos – 2001 a 2004, 2005 a 2008 e 2013 a 2016. Amigo de longa data, Carlos sempre teve laços políticos com Emanuel, sendo que ficará a encargo dele a articulação política e institucional, assim como a coordenação do Plano de Metas da Administração. Costa está sem filiação partidária. A pasta, atualmente, engloba a Comunicação Social, que será desmembrada na futura gestão.

O economista Antônio Roberto Possas de Carvalho é quem assumirá a Secretaria de Fazenda, tendo como principal meta modernizar e agilizar a política tributária e financeira do município, em conjunto com os servidores, de modo a não sacrificar o contribuinte. Beto, como é popularmente conhecido, é fiscal de tributos estaduais aposentado, foi secretário de finanças do município de Cuiabá (89 a 92) e diretor administrativo da Secretaria Municipal de Transportes em 2005, época em que Emanuel chefiava a pasta.

Rafael de Oliveira Cotrim Dias, casado, 42 anos, pai de três filhos, é natural de Piracicaba (SP). É cuiabano desde 1978. Formou-se em Direito pela Universidade de Cuiabá (Unic). Empresário, possui experiência em administração. Filiado ao Partido Trabalhista Brasileiro.

Carlos Roberto da Costa, formado em Ciências Econômicas e Direito pela Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), 65 anos, e é fiscal de tributos estaduais aposentado. Foi coordenador geral de Administração Tributária da Secretaria Estadual de Fazenda (Sefaz) e coordenador de fiscalização. Atualmente sem filiação partidária.

Antônio Roberto Possas de Carvalho, 64 anos, casado, formado em Economia pela UFMT e Direito pela Unic, especializado em Direito Público e Administração Financeira. É fiscal de tributos estaduais aposentado. Foi chefe da assessoria econômica do Núcleo de Planejamento da Sefaz, secretário Municipal de Finanças de Cuiabá, entre os anos de 1989 e 1992, e secretário Municipal de Administração de Várzea Grande, entre maio de 2011 e fevereiro 2012.

><>Meu Peixe não deixa de observar que já são três Robertos: Roberto Amador, o Bebeto; Antônio Roberto Possas de Carvalho e Carlos Roberto da Costa…

Share Button