Empresários italianos apresentam projetos de investimentos em Mato Grosso

Um grupo de empresários italianos, capitaneados pela Câmara de Comércio Privado Itália-Brasil, apresentou ao governador Silval Barbosa, nesta sexta-feira (25.01), no Palácio Paiaguás, em Cuiabá, projetos e intenção de investimentos em Mato Grosso. “É o primeiro passo de empresas com intenções de investimentos e participar do processo de desenvolvimento do Estado”, disse o coordenador da Câmara e da empresa de tecnologia Lettera22, Maurízio Rocchi.

Segundo o presidente da MT Participações e Projetos S.A (MT-Par), César Zílio, Silval Barbosa assistiu a uma apresentação mostrando o perfil e agenda de negócios de cada uma das oito empresas participantes da comitiva e ao final da reunião se mostrou bastante satisfeito e confiante que a visita se converta em ótimos negócios que beneficie, não só a economia, a sociedade como um todo, na geração de emprego e renda,

O presidente da MT-Par fez questão de destacar o fato da visita ser exclusiva a Mato Grosso e nos últimos dois dias (23 e 24.01) estiveram reunidos com a diretoria da empresa conhecendo a realidade socioeconômico do estado, perspectiva de crescimento e possibilidades de parcerias nas mais diversas áreas.

O empresário Aroldo Curzi, membro da Câmara de Comércio Privado, explicou que os empresários na Europa recebem informações sobre Mato Grosso e seu crescimento em níveis asiáticos. Eles vieram, de forma exploratória, ver se esse crescimento é coordenado e sustentável e qual a melhor forma de participar. Segundo ele, são empresas dos mais diversos ramos, nas áreas de infraestrutura, construção, de energia e projetos.

Participaram do encontro os empresários Baiguini Luigi, diretor da Taccolini Energia, especializada em tratamento de logo/esgoto, por meio de centrifugas móveis; Ivan Teggi, da empresa C&M Informática, especializada no desenvolvimento de software de gestão; Vincenzo Flesca, diretor técnico da Proteo Engenharia, que atua na área de automação industrial e instalação elétrica; Carlo Pozzi, da Studio de Arquitetura, interessado em montar um escritório de arquitetura para projetos de pontes, presídios e hospitais; Enrico Cattini, da PO Ginero e Figli, que atua na área de construção civil; Raffaello Luiz Antonio, da empresa B&C, interessada em implantar usinas termomecânica de energia renovável, tendo como produto base o lixo; Paolo Rubin, da TnTpec, também da construção civil, e Melchiorre Gatti, diretor da empresa Rebaiolispa, fabricante de painéis fotovoltaicos e de linhas de transmissão.

Segundo os representantes da Câmara, os empresários voltam para a Itália satisfeitos com que viram e ouviram das autoridades mato-grossenses e agora, num segundo passo, vão intensificar os contatos.

Share Button