Entre aspas: Estadão – Juiz determina bloqueio de bens de Blairo Maggi

Procurando – quem procura acha – na grande imprensa notícias sobre o bloqueio de bens do  senador licenciado e ministro da Agricultura de michel temer, Blairo Maggi, determinado pelo juiz Luís Aparecido Bortolussi Jr., da Vara Especializada Ação Civil Pública e Ação Popular, que também determinou o afastamento do conselheiro Sérgio Ricardo, do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MT), encontramos esta matéria, datada de 4 de outubro de 2011, assinada pela colega Fátima Lessa, da Agência Estado, sobre uma ação civil pública, na qual o Ministério Público Federal aponta que a contratação de serviços de saúde teriam causado prejuízos aos cofres públicos na ardem de R$ 4.264.224,50.

Abre aspas: Em ação civil pública, o Ministério Público Federal aponta que a contratação de serviços de saúde que teriam causado prejuízos aos cofres públicos, segundo relatório do Tribunal de Contas da União (TCU) foi de R$ 4.264.224,50, o que corresponde a 32,74% de superfaturamento. Tal valor atualizado monetariamente e acrescido de juros de mora, nos termos da legislação vigente, corresponde a R$ 9.838.128,80.

No dia 30 de outubro de 2003, a Secretaria de Estado de Saúde de Mato Grosso (SES) contratou a empresa Home Care Medical Ltda. para fornecimento de medicamentos, assim como para ações de gerenciamento, operacionalização e abastecimento dos setores de suprimentos de almoxarifado farmacêutico, mediante dispensa de licitação.

De acordo com o TCU a licitação da contratação do serviço teria sido viciada e apresentaria irregularidade na execução do contrato.Segundo o órgão “não houve pesquisa de preços antes da contratação da empresa; a razão apontada para a dispensa da licitação (situação de emergência) não foi comprovada; foram constatados indícios de que a escolha da empresa foi direcionada (datas de envio das informações por parte das empresas antes da retirada do edital); e o contrato incluiu a terceirização de um serviço que era função básica do Estado (abastecimento, estocagem e dispensa de medicamentos). Fecha Aspas.

><> Realmente não sabemos a quanto anda esta ação, mas a assessoria do ministro poderia nos passar os detalhes que publicaremos com satisfação.

Fonte: Juiz determina bloqueio de bens de Blairo Maggi – Política – Estadão

Leia também: Leia a íntegra da decisão do juiz Luís Aparecido Bortolussi Jr., da Vara Especializada Ação Civil Pública e Ação Popular, que determina o afastamento do conselheiro Sérgio Ricardo, do Tribunal de Contas do Estado (TCE/MT) e bloqueio de bens de Blairo Maggi

Abre aspas: Blog do Antero informa que o juiz Luiz Bertolussi afasta Sérgio Ricardo do TCE/MT e bloqueia bens do Ministro da Agricultura, Blairo Maggi

Share Button