Eternamente, um poema deste modesto blogueiro. Leia

Eternamente
É mais que tudo
Mais, inclusive, que o rio perene
E corre dentro de mim
Entre nós…

Tudo que sei
Não consigo imaginar
É uma caixa preta
A espera de uma hora
Com coragem em abrir
E viver
Sentimentalmente.

Poema do livro “Tempos e Temperos”

Share Button