Exclusivo: Conselho Municipal  de Cultura de Cuiabá define seus membros em eleição nesta terça

Os membros do novo Conselho Municipal de Cultura de Cuiabá, enfim, foram eleitos. A escolha aconteceu nesta terça-feira, 18, quando durante o transcorrer do dia delegados representando as entidades da sociedade civil organizada e delegados dos segmentos artes visuais, música, audiovisual, literatura, cultura popular e artes cênicas escolheram  -pela Sociedade civil organizada- Antonieta Luísa Costa, do Instituto de Mulheres Negras (Imune); Carolina Miranda Barros, do Instituto Inrede, e Marcos Levi de Barros, do Instituto Case de Desenvolvimento; e -pelos segmentos- Zilda Barradas, do setor Artes Visuais; Eduardo Francisco da Silva, o Eduardinho  Mistura, da Música, e Odail da Costa Neves, da Cultura Popular.

Os eleitos pelo segmento: Odair Neves, Eduardinho Mistura e Zilda Barradas

A presidente da Comissão Eleitoral, Cybelle Bussiki, após a apuração dos votos, explicou que apenas 12 delegados deixaram de comparecer ao pleito, mas o número não representava risco para a representatividade dos eleitos. E num discurso emocionado  desejou felicidades aos eleitos, ao mesmo tempo que cobrou uma participação efetiva nas atividades do CMC como também do Fórum Permanente de Cultura, no qual se debate as políticas culturais do Estado e municípios. Segundo ela, o momento de valorizar a cultura popular é agora, pois o CMC é o conselho dos 300 anos de Cuiabá.

A conselheira eleita mais bem votada, com 34 votos, Zilda Barradas, manifestou de forma contundente, dizendo que não está ‘preocupada’ com os editais, mas preocupada com a política cultural, com a falta de continuidade e no momento “precisamos ressuscitar os dois conselhos de cultura para atender a expectativa do mercado”.

Membros da Comissão Eleitoral faz apuração dos votos

O Secretário de Cultura de Cuiabá, Francisco Vuolo, após a proclamação dos  resultado compareceu ao local de realização da votação para cumprimentar os membros da Comissão Eleitoral pelo trabalho desenvolvido e aos novos eleitos.  Segundo ele, vive-se um “momento impar com a realização bem-sucedida  da eleição, em todos os seus momentos, por conta da sensibilidade da comissão que conduziu o processo e pudesse ter os conselheiros e seus respectivos suplentes”.

Na outra parte o secretário fez questão de agradecer a participação de todos, tanto na fase preparatória como na eleição, pois entendem a necessidade de estar presente, mesmo diante da dificuldade da retomada da credibilidade de conselho que está em processo de reconstrução.

O cronograma inicial proposto originalmente sofreu um pequeno atraso. A eleição deveria ter acontecido no último dia 8, porém por conta de uma reclamação contra a votação dos delegados suplentes da comissão eleitoral aconteceu o adiamento.

Os suplentes eleitos por segmento foram Luiz Renato de Souza Pinto (Literatura), Sernon Sebastião Cordeiro (Audivisual) e Matheus de Luca (Artes Cênicas);  pelas entidades da sociedade civil organizada os suplentes são Endson Santana Souza e Silva, Geremias dos Santos e Kelson Joemir Panoso dos Passos.  A posse dos eleitos será definida posteriormente.

 

Share Button

João Bosquo

João Bosquo, poeta e jornalista, editor deste blogue NAMARRA.COM.BR nas redes sociais: @joaobosquo

Você pode gostar...