Fifa decide banir a ‘paradinha’ mas não a finta

A paradinha, junto à bola, está proibida a partir de 11 de junho, quando começa a Copa do Mundo.

O Neymar, jogador do Santos, com as suas duas paradinhas no último domingo, no pênalti convertido,  deu o exemplo do que poderá e não ser feito durante a execução da penalidade máxima.

Aquela paradinha, no meio da caminhada, fica caracterizada como finta, poderá acontecer, mas ao chegar junto a bola levantar o pé não poderá mais fazer a simulação de chute e voltar novamente (paradinha).

A decisão da Fifa, com a decisão, põe um ponto final na questão. O goleiro não pode avançar, como aconteceu recentemente, o árbitro determinou que o pênalti fosse batido novamente. Com isso ganha os goleiros como Jeferson

Share Button

João Bosquo

João Bosquo, poeta e jornalista, editor deste blogue NAMARRA.COM.BR nas redes sociais: @joaobosquo

Você pode gostar...