Hoje, na Casa Cuiabana, show-homenagem ao poeta Antônio Sodré

Da Assessoria | Depois de algumas semanas de preparo, com diversos artistas envolvidos na produção, finalmente ocorrerá a homenagem ao poeta Antônio Sodré, nesta segunda-feira (19.02), às 19h30, na Casa Cuiabana.

O evento marcará o início da nova gestão da Secretaria de Estado de Cultura de Mato Grosso (SEC-MT), comandada desde janeiro pelo jornalista Kleber Lima, que fez questão de, entre uma reunião e outra com artistas locais, participar dos preparativos.

Por uma iniciativa da SEC, que foi abraçada por uma coletividade de artistas e produtores culturais cuiabanos, surgiu o Showdré, um tributo a Antônio Sodré, “O Poeta da Transmutação”.

Antônio Sodré foi um artista de Cuiabá que se autodenominava “El poeta de la transmutación”. Além de poeta, Sodré transitava pela música, artes cênicas e artes plásticas. A homenagem passeará por todos esses universos, com exposição, recriação de obras, poesias, varais poéticos, sarau de poesias, um vídeo documentário sobre o artista, além do reencontro da maioria dos componentes originais da banda Caximir, da qual Sodré fez parte.

O evento terá curadoria de Mari Gemma; co-curadoria de Bia Corrêa; coordenação de poesia de Aclyse Mattos e Luciene Carvalho; literatura, por Clóvis Mattos; ambiência, pela Associação Cultural Cena Onze; a gerência do Centro Cultural Casa Cuiabana fica a cargo de Luíza Ribeiro e a realização, da Secretaria de Estado de Cultura.

Revivendo os tempos de Caximir, os artistas Adriângelo Antunes, Amauri Lobo, André Balbino, Joel de la Torre, Cristina Campos, Eduardo Ferreira, Fidel Fiori e Rubão Lisboa cuidarão da coordenação de música e palco, com uma nova banda, denominada Pedregal.

Na programação, os fãs de Sodré vão relembrar os clássicos “O Lado Humano Não Acompanha o Tecnológico”, “Tão Só Dré”, “Fóssil”, “Cômica Cósmica”, “Outros 500” e “Still Corporation”, entre outros sucessos do poeta.

O evento contará, ainda, com as colaborações e participações especiais de Anna Amélia Marimon, José Medeiros, Lúcia Palma, Luiz Renato Pinto, Mário Friedlander, Fernando Greffe Filho, Ramon Carlini e o Fusca Sebo.

(Texto: Josiane Dalmagro)

Leia também: Agora estamos sem Antônio Sodré: um poeta na estrada suspensa no ar

O poema sobrevive, o poeta Sodré vive – Por Vinícius Masutti

Antônio Sodré será homenageado em evento no dia 19 com sugestivo título de Showdré

Share Button

Admin

Este perfil publica Releases e material Da Assessoria

Você pode gostar...