Il Maestro

Naquele tempo, a praça da República, no centro de Cuiabá, ainda não tinha sido fechada e havia uma ruinha que ligava a travessa João Dias à rua Treze de Junho, passando bem em frente aos Correios.

Onde hoje é a Tecelagem Avenida ficava as Pernambucanas e, do outro lado da rua, na Treze, o ponto por onde passava o ônibus que me levava pra casa, no bairro Cohab Nova.

Garoto, não me incomodava de sentar no meio fio e ficar olhando pras gentes que iam e vinham. Nessa manhã de sábado, sol a pino, as Pernambucanas promoviam suas ofertas “imperdíveis” com uma animada bandinha formada por tarol, bumbo e trompete.

A poucos metros, um homem dormia tranquilamente encostado a um poste. Maltrapilho, não dava a mínima ao barulho e parecia que as marchinhas tocadas embalavam seus sonhos.

Até que em determinado momento despertou abruptamente. Olhou em volta com cara de espanto, depois calmamente cuspiu nos dedos e ajeitou os cabelos. Alongou-se e olhou para os músicos. Havia uma convicção estranha em sua fisionomia.

Catou então um espetinho de madeira jogado no chão e, aproximando-se da banda, saudou os músicos levemente com a cabeça. Foi saudado de volta com sarcasmo. Daí segurou o espetinho com o polegar e indicador da mão direita.

Postura ereta, bateu três vezes com o pé direito do chão como que marcando o compasso e começou uma insólita regência para “Vassourinhas”.

Não tivesse eu próprio visto o homem dormindo na calçada minutos antes, diria que ele estava de fato conduzindo o coreto. Havia paixão e delicadeza no sobe e desce do espetinho de madeira agora transmutado em batuta. Zubin Mehta ou Ray Conniff não teriam sido mais elegantes.

O concerto durou ainda mais alguns minutos até que um vigoroso gesto do maestro à Carlitos pôs fim ao primeiro movimento. Com o indefectível charme de um grande regente, ele virou-se para o ponto de ônibus lotado e deu de cara com o olhar debochado da turba. A exceção era eu, que extasiado aplaudia e gritava “bravo, bravíssimo”.

O homem olhou-me nos olhos, curvou-se agradecendo e estendeu a deferência à sua “orquestra” e em seguida virou as costas perdendo-se no meio da multidão.

Share Button