Mato Grosso no Fogo Cruzado?, pergunta Eduardo Mahon em seu perfil no Facebook

MATO GROSSO NO FOGO CRUZADO?Uma guerra foi declarada entre dois líderes, dois homens que representam o poder…

Publicado por Eduardo Mahon em Segunda, 24 de abril de 2017

MATO GROSSO NO FOGO CRUZADO?
Uma guerra foi declarada entre dois líderes, dois homens que representam o poder mato-grossense: o Governador do Estado e o Presidente do TCE. O primeiro nega-se a fornecer dados de contribuintes argumentando o sigilo, o que impede uma eventual fiscalização no recolhimento tributário, missão dos tribunais de contas; o segundo vai à Justiça contra o governo. Lá e cá afirmações fortes que não contribuem com Mato Grosso. Antonio Joaquim, futuro candidato a governo, deveria se afastar do TCE, uma vez que a missão institucional de fiscalização não pode nem sequer ter a dúvida sobre isenção pessoal. Pedro Taques deve conter-se e não generalizar as críticas a outros conselheiros, sob pena de instaurar uma guerra gratuita, institucional, de consequências imprevisíveis, ou melhor, previsivelmente deletérias para a administração. O pior que pode acontecer agora é a precipitação da eleição de 2018. Nós não merecemos viver em permanente campanha eleitoral. Do embate, perde o Governo, perde o TCE e, claro, perde Mato Grosso.O Estado não pode estar no meio de um fogo cruzado desse nível…

Share Button

Namarra

Matérias, notas que nós (eu e Meu Peixe) gostaríamos de escrever e observações diversas.

Você pode gostar...