Membros do COL/Fifa apresentam conceitos de protocolo e segurança durante os jogos

Como será o tratamento protocolar dispensado aos convidados VIP e WIP (very vip) da Fifa, do Governo Federal, Governo do Estado e do município de Cuiabá durante os jogos da Copa do Mundo na cidade-sede e, aliado a esse protocolo, como serão as ações de segurança, dentro do modelo de segurança proposto para a Copa do Mundo 2014, foram os principais pontos abordados durante a reunião realizada na manhã desta segunda-feira (11.11), na Sala de Reunião José Garcia Neto – Palácio Paiaguás, com o staff da Segurança Pública do Estado, representantes do Exército Brasileiro, cerimonial do governo estadual e municipal e membros do Comitê Organizador Local (COL/Fifa).

Segundo o secretário-extraordinário da Copa do Mundo Fifa 2014 (Secopa), Maurício Guimarães, a reunião serviu para apresentar como será o dado aos convidados VIP e WIP, que são os chefes de estados, ministros e demais autoridades, convidados da Fifa e dos comitês locais; bem como o alinhamento de segurança durante a Copa do Mundo.

As ações da área de segurança foram detalhadas pelo gerente-geral de Segurança do COL/Fifa, Hilário Medeiros, e na área de protocolo pela gerente-geral de Protocolo, Lúcia Amaral Peixoto.

Lucia Peixoto, por exemplo, na sua apresentação, explicou como será o acesso aos setores VIP e WIP, além de tribuna de honra, credenciamento veicular e reconhecimento de percurso no estádio e seu entorno. Uma questão bastante enfatizada por ela foi quanto ao número de convidados VIPs e WIPs, que ainda não foi definido pelo COL/Fifa, que será igual para todas as cidades-sede, sem exceção.

Segundo ela, os conceitos de protocolo estão sendo aprimorados, tendo como base a experiência que se teve durante a Copa das Confederações, com vista a desenvolver um trabalho com qualidade e competência.

O gerente de segurança fez um apanhado geral, falou desde as medidas estruturantes, como a edição da Lei Geral da Copa, do planejamento estratégico, que passa pela definição dos perímetros de segurança, tendo também como base aquilo que foi bem sucedido e o que precisa de aprimoramento durante a Copa das Confederações.

Fonte: MT.GOV.BR/Secom

Share Button