Na cidade em que moro teve um prefeito – poema de João Bosquo

Esta cidade, amigo,
foi pequena como daqui-ali
O Armazém Mercado
de João Cartola
ficava na Av. Ponce
e aos sábados via as feiras livres
sombreadas por palmeiras

Um prefeito,
desses modernizadores,
começou a azular
tudo que fosse possível
ser memória
e não parou mais…

Remanesce alguma parede
porta, janela
– coisa pouca –
mas que provoca a aorta.

><>Do livro “Sonho de Menino é Piraputanga no Anzol”… Este e outros poemas que falam de Cuiabá estão na página Poemas para uma Cuiabá em Transformação
Share Button