O prefeito Roberto França entrega mais uma Estação de Tratamento de Água: Agora na Comunidade do Sucuri

O prefeito de Cuiabá Roberto França entregou hoje (06/04/02) mais Estação de Tratamento de Água (ETA), agora na Vila do Sucuri (06 km do centro de Cuiabá) e vai assim resgatando o seu compromisso político de proporcionar água tratada para 100 por cento da população cuiabana residente na área urbana ou na zona rural. Sucuri realiza um sonho que muitos não acreditava que fosse possível ter água tratada na porta de casa. Um sonho que se materializou graças a determinação política do prefeito, segundo o presidente da Companhia de Saneamento da Capital (Sanecap), Marcelo de Oliveira e Silva. “Muitos políticos que se dizem que olham para o povo – que já passaram pela prefeitura, já passaram pelo governo do estado e não foram capaz de enxergar que Sucuri não tinha água tratada”.

A nova ETA do Sucuri está produzindo 18 mil litros de água tratada por hora e abastece todas as 360 famílias que moram na região e em breve será feita uma extenção até o Sucuri II, onde residem 40 famílias, que também serão beneficiadas com a mais recente obra de infra-estrutura da capital. água tratada.

Marcelo Oliveira e Silva disse que a ETA do Sucuri é a terceira na Zona Rural (as outras são do Distrito da Guia e Aguaçú, já entregues) e a quarta em construção, de é do Coxipó do Ouro. Com ampliação da ETA do Porto, após a entrega da ETA do Ribeirão do Lipa (em fase de conclusão), mais a construção da ETA do Coophema-São Gonçalo (cujas obras foram lançadas na semana passada), Cuiabá até o final do ano terá a maioria de seus bairros recebendo água tratada pressurizada 24 por dia.

A inaguração da ETA do Sucuri foi considerado um dia histórico pelo presidente da Associação de Moradores, Cláudio Martins. Segundo ele, muitos presidentes da associção passaram mas não conseguiram realizar esse sonho porque eles não tinham o prefeito Roberto França, que assumiu o compromisso e realizou a obra no prazo estipulado. Cláúdio Martins disse que já está até pensando em pedir que Sucuri deixe de ser considerado zona rural, pois hoje já tem tudo que precisa: escola, creche, telefone e asfalto.

“Só nós sabemos como o senhor encontrou a prefeitura e já construiu mais de 500 obras, o que demonstra a sua capacidade e Mato Grosso queria ter mais uma opção para votar em outubro, mas o sr. foi impedido pela verticalização, mas quem ganha é a população e o prefeito Roberto França pode contar com nosso apoio, pois Cuiabá não merece revanchimos”, disse a vereadora Chica Nunes, do PSDB, autora da indicação para construção da ETA na localidade.

O prefeito Roberto França disse que se sentia extremamente gratificado com as palavras do presidente da Associação de Moradores que vai pedir que Sucuri seja considerado área urbana, pois já tem tudo que precisa. Ao fazer o balanço de tudo que a administração já fez pela localidade destacou que o pedido sempre foi água tratada.

“Viemos aqui para inagurar o asfalto que construimos em parceria com o governo do Estado, o povo pedia água. Viemos inaugurar a ampliação da Escola, o povo pedia água. Viemos inaugurar a Creche, o povo pedia água. Viemos entregar a reforma do Centro Comunitário, mais uma vez, o pedido era água. Entregamos o Centro de Saúde e o pedido, qual era?, era água. Viemos fazer o lançamento da quadra coberta – atendendo uma solicitação dos profissionais da educação – e mais uma vez ouvimos esse clamor: água! Era um sonho, tanto que no dia que fizemos o lançamento da obra teve um senhor no meio do povo que não acreditou que ela seria feita, que era mais uma promessa eleitoreira e no entanto a obra aí esta”.

O prefeito Roberto França lembrou que em mais de 30 anos de Sanemat, nenhum governante olhou para a Zona Rural e em pouco mais de dois anos de municipalização do Sistema de Saneamento, a prefeitura de Cuiabá já elevou de 70% de água tratada para mais de 90% e o tratamento de esgoto pulou de 12% para mais de 70% enquanto a arrecadação era de mais de 12 milhões. “Por que não investiram, por que não fizeram?”, deixou a pergunta no ar.

Estiveram presentes na solenidade de inaguração (além dos citados), a primeira-dama Iracy França, o deputado Carlos Brito, os vereadores Luiz Marinho, Zito Adrien, João Batista, Yênes Magalhães, Milton Rodrigues e Totó Parente; os secretários Gilberto de Werk (Agricultura e Abastecimento), Rominho Vandoni (Habitação), Francisco Vuolo (Cultura), Quidauguro Marino (Viação e Obras) e o ex-secretário Joaquim Curvo.

Fonte: Sanecap/Secom

João Bosquo

João Bosquo, poeta e jornalista, editor deste blogue NAMARRA.COM.BR
nas redes sociais: @joaobosquo

Você pode gostar...