O Testamento do Judas e eu – por Fátima Lessa

Fatima Lessa

5 h ·

 Amanheci com uma lembrança da Rua Formosa, no bairro Monte Castelo, em São Luís (MA) , onde fui, por um largo período, responsável pela elaboração do Testamento do Judas.

Foi no fim da infância e início da adolescência. Na época recebi como uma brincadeira.

O testamento é lido antes de malhar o boneco. O ‘nosso’ Judas era confeccionado pelo Careca, costureiro de mão cheia e “dono” do Judas. A filha dele fazia a maquiagem.

Foi dele que recebi o convite de ser a ‘autora’ do testamento.

Recomendação 1: o ideal é que fosse bem “politico” isso significava deixar heranças malditas para os políticos que “traíram” o povo, ao longo do ano anterior não respeitando os “compromissos” assumidos.

Mas, isso não impedia que moradores fossem “cutucados” porque, na opinião do Careca, faziam “coisas fora do normal”.

Nunca me esqueço da primeira vez que ele fez essa observação e eu perguntei:

– Mas o que é coisa fora do normal?

Ele com seu jeito especial de falar e de explicar, sem espaço para mais perguntas, esfregando as mãos começava:
-Assim como trair a mulher, brigar, beber demais da conta, fazer escândalos na rua e por ai vai.

Depois da explicação, o único pedido claro e direto a minha parte:
– As fofocas ficam por tua conta.

Recomendação 2. no fim do testamento o Judas deveria deixar uma recomendação, uma espécie de conselho cuidado com a ambição, com ódio etc, pois esses sentimentos destroem.. coitado isso não impedia que ele, depois em poucos minutos estivesse estraçalhado no meio da rua.

Lembro que a sala de costura dele era estratégica. Era o cômodo primeiro da casa com uma janela enorme para a rua de onde ele olhava tudo que acontecia e onde muitos se encostavam para “fofocar”, contar as últimas da noite anterior, da briga da gurizada, marcar a cerveja e bola do fim de semana (tinha um campo de futebol ao lado da casa) sobre dos “escândalos” da Felipa que a gurizada, dentre eles, eu, chamava carinhosamente de dona filipinha….

Era dessa sala que ele olhava quando eu chegava da escola e dava um sinal para que fosse lá. Já sabia era “a fofoca” do dia para ser colocada no documento. A casa dele ficava em frente à nossa.

Ah! Ia esquecendo, embora as “fofocas” estivessem relacionadas com os moradores da rua, era proibido colocar nomes. Fazia-se a contextualização e a “carapuça” caia…

Aconteceram situações nas quais os “fofocados”, cutucados e criticados se reconheciam nos versos testamentais e era “briga” feia (não de soco) com o Careca, cobrando porque ele “tinha” feito aquilo.

Careca não se zangava. Levava tudo na brincadeira. E perguntava aos ofendidos: eu fiz? Tu fizestes…

A elaboração do “Testamento” começava no ano anterior. Ao longo do segundo semestre eu anotava as “boas”, os nomes dos políticos para não esquecer na hora de estruturar o testamento em versos e rimas.

Para evitar confusão, somente o Careca e a família dele, além da minha, sabiam que eu escrevia.

No dia malhação, eu acompanhava da minha janela que dava para a rua, ouvindo os gritos, aplausos depois de cada herança lida.

A molecada, homens e mulheres adultos, jovens ficavam eufóricos para bater no pobre judas.

Eu não ia porque naquela época eu ainda era pequena. Tinha medo de ser pisoteada no meio da multidão …. depois eu cresci kkk.

P.S. Talvez hoje não aceitasse tal missão.
Penso que numa época de tanto ódio como a que estamos vivendo, esse tipo de brincadeira só fomenta,incentiva e aflora mais ainda esse e outros sentimentos ruins.
Mas desde aquela época uma pergunta sempre me atormentou: porque considerar judas traidor se, como estava previsto, alguém tinha que fazer essa ação para que acontecesse o que estava programado a morte de Cristo.
E depois o próprio Judas se arrependeu… e também como tá escrito no Evangelho: quem se arrepende, merece perdão.
Essa brincadeira não existe mais na rua Formosa.
E a rua Formosa já não é a mesma… Não tem mais campo de futebol e, o Careca e família se mudaram…

https://www.facebook.com/fatima.lessa.9/posts/10208953534370864

Share Button

Admin

Este perfil publica Releases e material Da Assessoria

Você pode gostar...