Poema do Dia: “Com Moderação”

O outdoor gigante no meio do canteiro
colocado para um olhar certeiro
anuncia alegria, a amizade, o sabor
da cerveja feita com muito amor

O filme mostra aquela que desce redonda
como cascata na natureza, uma onda
outra que só podia ser só ela mesma e o
consumidor entrega o ouro como lesma

O anúncio na revista diz: espuma cremosa,
cor única, único aroma e malte prosa
senão aquela que refresca até o capeta…

Ao fim de tudo, como um flash, a peta
escondido ao pé da página, no fim da canção
o dístico salvador: “Aprecie com moderação”.
><>Da coleção “Cotidianos”

Share Button