Poema do dia: Despermanecer

Não permaneço aonde estou
No mesmo lugar
Fora do tempo
Dentro do eixo
Por entre esquinas
Enquanto vejo sóis e luas
Amanhecerem dias-lunares

Não permaneço um segundo
Enquanto o mundo gira
No mesmo ponto
No mesmo intento
De me encontrar

Não importa
Para onde vou
Ali mesmo não me pertenço
Portanto, não permaneço.

><>Poema da safra mais recente…

João Bosquo

João Bosquo, poeta e jornalista, editor deste blogue NAMARRA.COM.BR
nas redes sociais: @joaobosquo

Você pode gostar...