Poema do dia: Planeta Quintal

Tem caju abacate no quintal
Apanhe a vara do varal
Vamos sentir o gosto do mel,
O gosto da vida
Oo gosto do doce
O carmim da sua boca amarelar
De caldo de manga e cajá
Jaboticaba madura no olhar

Deixar na saliva o gosto da maçã
Ofertas da terra, nossa nave irmã
Na primavera nos lança em flores
Deixando o perfume, explosão sabores
Abelhas da lida, fazendo mel
Deixando nos favos um gosto de céu
O quintal é o planeta que o tempo esqueceu.

><>Co-autoria de Beto Vellosa, autor da melodia.

Share Button