Poema do dia: Primeiro e último recurso

A prece, irmão, é o nosso primeiro
e último recurso na face da terra

Quando amanhece, bem cedinho,
devemos voltar nosso pensamento
para o nosso irmão maior, Jesus
pedir serenamente que interceda
por todos nós junto ao nosso Pai

Não devemos nos esquecer, em prece,
de agradecer a Deus pela infinita bondade
em atender aos pedidos mais singelos
sem nada exigir em troca, senão apenas
a caridade, piedosa caridade, com os demais

Não devemos nos esquecer, em prece,
de conversar com Jesus na alegria
para que Ele possa se lembrar de nós
nos momentos de aflição e nos ajudar
a achar o caminho de menos penar…

Quando ao anoitecer de nossas vidas
– frágeis vidas passageiras aqui na terra –
devemos, em prece, como último recurso
agradecer tudo que nos foi concedido
através dos cinco sentidos, até o suspiro final.
><>Este poema está no próximo livro nosso…

Share Button

João Bosquo

João Bosquo, poeta e jornalista, editor deste blogue NAMARRA.COM.BR nas redes sociais: @joaobosquo

Você pode gostar...