Poema Lembrado, de João Bosquo (trecho)

Romano, Diego Maradona recupera o sentido
concebido e estava perdido nos estádios vazios
e mostra com a simplicidade dos gênios como se
deve dominar a bola e livrar-se dos inimigos
sem que para isso tenha que se esforçar tanto

Maradona aparece no lugar preciso do campo
como um deus cria as jogadas inconcebíveis
aos craques comuns, vikings anglo-brancos
Maradona é latino, alma e estatura morena
não sucumbe ante as estratégias frias

Maradona desmente as táticas prostituídas
desejosas de futebol muque de ossos quebrados
e reinventa a beleza do drible come um, dois, três
até chegar ao gol que ilumina com grito guerreiro
a verdade pura do artista alegre menino…

Share Button