Poemas de Amor, poesia (?) deste blogueiro

Todos os poemas de amor
devem ser, receio, só de amor
como minhas dores
devem ser só minhas

Para a amada não cantarei
a fome, a miséria,
a luta desenfreada
pelo poder apenas pelo poder
sem que isso signifique
menosprezo pela armada

Não cantarei…
Fora os poemas de amor
tudo que mais há, além do amor
vão estar em outros
cânticos, cantos da casa
da cidade de um mesmo país

Para a amada
só cantigas de amor
até o último minuto derradeiro
depois disso… Bem…
Depois disso é outro jogo,
doutro campeonato.

><>Poema do livro “Poemas Passados”, que incluem a produção da década dos anos 70.

Share Button