Poesia do Dia: A onça de João Sebastião

João Sebastião

João Sebastião

De repente
zás!, a onça
do quadro
de João Sebastião
salta sobre mim

e povoa toda
minha mata
mansa e calma
como se fosse
somente selva.

><>Do livro “Sonho de Menino…”, de 2006.

Share Button