Poesia do Dia: Homens de Bem – poema de João Bosquo

Os homens de bem
jamais deveriam
sair de casa para trabalhar.

Eles deveriam ficar
para levar os filhos à escola,
fazer comida,
passar roupa,
limpar a casa e
depois do almoço descansar,
ninguém é de ferro…

Somente após tud’isso
os homens de bem
poderiam sair de casa
e enfrentar a poderosa máquina
que move continuamente o mundo
sem, no entanto, que possa contestá-la,
arredar um palmo sequer de seu tino.

><>Ainda da mesma seleção de poemas inscrita num concurso da Prefeitura (gestão WS),que foi cancelado por baixa qualidade dos participantes.

Share Button

João Bosquo

João Bosquo, poeta e jornalista, editor deste blogue NAMARRA.COM.BR
nas redes sociais: @joaobosquo

Você pode gostar...

Sem Resultados

  1. Marcelo Okamura disse:

    João, acho que vc está fazendo isso todo dia né? Se não faz, pensa em fazer. Mas que é bom é!