Prefeitura de Cuiabá inaugura mais uma linha expressa, na qual os ônibus só param em pontos pré-determinados; usuários aprovam

A nova linha expressa irá atender Osmar Cabral e região e moradores aprovam a linha expressa

Por Sid Carneiro | Repercutiu de forma positiva a inauguração nesta terça-feira, 29, da terceira linha expressa do transporte coletivo de Cuiabá, partindo do bairro Osmar Cabral até a Praça Bispo, no centro de Cuiabá. Segundo o diretor de Trânsito da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob), Nicolau Budib, o tempo de viagem antes de uma hora e cinco minutos reduziu para exatos 40 minutos. Nesta modalidade, serão realizadas duas viagens por dia às 6h00 e 7h00.

Nicolau disse que com base na experiência de outras duas linhas, no bairro Pedra 90 e Parque Cuiabá em funcionamento, o objetivo é proporcionar aos usuários do transporte uma viagem rápida e com segurança para os passageiros destas regiões.

O trajeto foi iniciado no Osmar Cabral, passou pelos bairros próximos Novo Milênio, São João Del Rei e Tijucal, onde fez a última parada. Dali, seguiu direto até o ponto da Plaenge e da Gontijo, ambos em locais distintos na Avenida Fernando Correia da Costa, e finalizou na Praça Bispo.

A Semob já orientou os motoristas destas linhas para não embarcar e nem desembarcar passageiros fora dos pontos determinados.

A linha expressa do transporte coletivo começou a ser implantada em abril deste ano. A terceira linha surge com a expectativa de que o tempo das viagens entre os bairros mais distantes e o centro de Cuiabá seja encurtado.

Segundo Nicolau Abudi, nessa primeira semana, os agentes de trânsito estarão acompanhando o embarque dentro do bairro e orientando os usuários a só embarcarem caso tenham o desejo de descer no centro ou em um dos dois pontos previstos na rota das linhas expressas.

Com 11 bairros e 22 mil habitantes, a região do Osmar Cabral aguardava atenção no transporte urbano. O presidente do bairro Osmar Cabral, Clementino Gomes, conhecido como Gasolina, elogiou a atenção da Semob com a região ao afirmar que a iniciativa mudou o “ambiente” no ponto final do ônibus. “Antes as pessoas chegavam aqui já pensando no trânsito e o tempo perdido nas viagens até o trabalho. Agora, elas saem mais tranquilas, sabendo que vão chegar no horário e sem aquele aborrecimento de engarrafamento nesse horário”, disse.

A diarista Luzinete Costa e Silva avaliou como positiva a linha expressa no momento em que todos querem chegar no destino dentro do horário de serviço. “Agora sabemos que podemos contar com uma viagem rápida sem problemas de atrasos”, afirmou.

A estudante Diane Freitas lembra que às vezes a condução levava mais de uma hora para chagar ao centro de Cuiabá. “Com a linha expressa podemos fazer o trajeto com mais tranquilidade. Tá aprovada”, disse.

Fonte: SMGC

><>Nós e Meu Peixe acreditamos que o investimento em transporte coletivo (e essa iniciativa não deixa de ser um investimento) é o caminho para fazer uma cidade mais humana, gostosa de se viver. As linhas expressas com uma ou duas paradas durante o trajeto é uma das saídas para ‘encurtar’ as viagens entre dois extremos bairro-centro.

O prefeito Emanuel Pinheiro poderia começar a pensar em retomar  o projeto de implantação do BRT – primeiramente na linha Centro-Coxipó – cujo projeto executivo já está na Caixa Econômica e consertar o erro do ex-governador Silval Barbosa que optou pela desastrada mudança de modal, sabendo que não tinha tempo para concluir a obra.

O Brasil domina a tecnologia do BRT, diferente do VLT.

Já temos fábricas de carrocerias que ofertam ônibus com mais variada capacidade e conforto. Empreiteiras especializada em piso para a pista, enfim tudo à mão. Além, claro, do fato que toda essa cadeia produtiva gera emprego e renda aqui mesmo no Brasil.

Namarra

Matérias, notas que nós (eu e Meu Peixe) gostaríamos de escrever e observações diversas.

Você pode gostar...