Quem se habilita, com chances, para 2012?, eis a pergunta que começa a rolar nos bastidores

Este modesto blogueiro, em uma roda de OP (observadores de plantão, de política), começou a especular sobre quem serão os candidatos à prefeitura de Cuiabá.

Um dos integrantes, um dos mais arguto repórter político de Cuiabá, faz a seguinte análise: “Se o prefeito Chico Galindo acertar a mão, será imbatível”, para depois, logo em seguida complementar: “Coisa que não acredito”.

O não acreditar do OP, não é por que torce contra o prefeito, muito pelo contrário, todos, independente de origem étnico-partidária, querem o sucesso do prefeito tendo sempre em mete a realização da Copa do Pantanal.

Mas, sempre um mas, para puxar a conversa, o prefeito não vai disputar a reeleição sozinho. Todos concordam. Quais seriam outros nomes. Levantei a a tese do deputado Walter Rabelo, agora no comando do “Cadeia Neles”, a maior audiência na televisão em Cuiabá, no horário. O meu colega, rebateu no ato: “Primeiro WR tem que consolidar o seu mandato de deputado e, segundo, nesta última eleição ele teve menos, bem menos, votos do que quando foi eleito deputado pela primeira vez”. Faz sentido. “Além do que WR não tem grupo.

Na outra ponta foi falado o nome de Sérgio Ricardo… “Ah!, esse tem grupo e se consolidou eleitoralmente. Só em Cuiabá SR teve quase 47 mil votos, uma votação expressiva, que o qualifica como candidato do grupo majoritário”, disse o arguto analista.

O PSDB tem o nome de Guilherme Maluf, com pouco mais de 10 mil votos, o que também, numa eleição para prefeito será significativo. Os nomes de Mauro Mendes e Valtenir também foram levantados. MM praticamente está fora da disputa pois não vai se arriscar a levar uma terceira surra; enquanto o deputado federal Valtenir Pereira, até para preservar o seu nome junto ao seu eleitorado, deve ir para a disputa e assim garantir a reeleição dali dois anos.

Outros nomes vão aparecer, sem dúvida, mas os que estão colocados, numa primeira rodada são esses: Chico Galindo, Sérgio Ricardo e Valternir Pereira.

Share Button