“Recito enquanto leio”, poema-trailer do nosso próximo livro “Cotidianos de Tempos e Temperos”

O final de semana
começa no sábado
Domingo, quando o dia termina,
inicia a segunda-feira

Dá-se início a tudo
que não finaliza
mesmo que outros
e outros sábados
sábados, sábados e sábados
venham, amanheçam
e terminem como as noites

Tudo é tão sólido
Mesmo sem perceber as coisas
mesmo sem vê-las
elas acontecem
como planejado
a bilhões de milênios anos-luz

Nada está fora
do espaço elaborado
quando caminho
lentamente
dentro de mim
recito enquanto leio
Lucinda Nogueira Persona.

><>Poema de abertura do nosso próximo livro “Cotidianos de Tempos e Temperos”, que deverá ter o prefácio de Marinaldo Custódio.
Share Button