Silas Malafaia festejava a condução coercitiva de Lula e dizia que era legal e agora reclama não ter sido convidado para explicar… Queria estar acima da lei

Pimenta no olho da gente, definitivamente, não é refresco.

O pastor Silas Malafaia que o diga.

No dia que o ex-presidente Lula foi conduzido coercitivamente, o pastor evangélico postou em seu Twitter. “Só para lembrar > O juiz Sérgio Moro não cometeu nenhuma ilegalidade ao convocar, coercitivamente, Lula para depor. Só falácia de petistas”.

Nada,mas nada mesmo, como um dia depois do outro.

Hoje, no mesmo Twitter o pastor Malafaia postou em letras garrafais: ” É a tentativa para me desmoralizar na opinião pública. Não poderia ter sido convidado para depor? Vergonhoso!”.

Ora, ora porque o pastor agora acredita deveria ser CONVIDADO, se antes não havia ‘nenhuma ilegalidade’?

Reprisando: pimenta no olho dos outros é refresco.

Share Button