Silval determina esforço para execução de 95% do orçamento 2013

Na primeira reunião do governador Silval Barbosa com todos os secretários de Estado, realizada neste sábado (19.01), no Palácio Paiaguás, ficou determinado que o Governo de Mato Grosso irá realizar um esforço para executar de 90 até 95% dos recursos orçamentário e financeiro no exercício deste ano. Isso significa mais eficiência na execução do orçamento, com prioridade para as áreas de Educação, Saúde, Segurança e Infraestrutura. O secretário-Chefe da Casa Civil, Pedro Nadaf, ressaltou que a aplicação acima de 90% do orçamento é exigência do próprio crescimento social e econômico por qual Mato Grosso vem vivenciando nos últimos anos.

O Governador Silval Barbosa abriu a reunião apresentando as diretrizes de governo para os próximos dois anos, com foco na execução do programa de governo e, principalmente, na execução orçamentária. O governador que o máximo de eficiência dos gestores na execução do orçamento, para que não sobre pendencias, mas principalmente, captação dos recursos de convênios.

Silval Barbosa também socializou todas as informações de tudo que vem sendo realizado pelo Governo do Estado de Mato Grosso. Não apenas as obras da Copa do Mundo, mas também as obras de infraestrutura que vem sendo executadas no interior do estado e as obras na área social.

O secretário de Estado da Fazenda, Marcel de Cursi, explicou que o governo, por determinação de Silval Barbosa, vai realizar um esforço para alcançar nível de execução orçamentária, em até 95% em 2013. Para compreender isso, em termos de comparação, nos exercícios anteriores existiam demandas orçamentárias que acabaram não se realizando por falta de repasses do governo federal dos convênios assinados. O que se quer agora é que os secretários envidem esforços na captação dos recursos e em sua execução para viabilização de todos os projetos que estão na Lei Orçamentária para alcançar o mínimo de 90% do orçamento.

O secretário de Fazenda explicou ainda que vai se procurar garantir o teto financeiro mensal para as secretarias fins para serem utilizados com rapidez e cumprir essa meta.

Marcel de Cursi destaca que o nível de investimento de Mato Grosso ampliou com renegociação da dívida e o Governo deve investir este ano em torno de R$ 4 bilhões de recursos próprios, que é um número bastante expressivo, já que o estado, nos últimos anos vinha investindo em média R$ 1 bilhão por ano.

O secretário Nadaf lembrou que a receita orçamentária deste ano de 2013 é de R$ 12,8 bilhões é executar no mínimo 90% por cento. Não existe contingenciamento orçamentário.

Neste domingo (20.01) o governador Silval Barbosa irá reunir-se com os secretários adjuntos e chefes de núcleos sistêmicos, parte importante no conjunto da execução do orçamento de cada secretaria, e assim atender o maior número de demandas da sociedade. (João Bosquo/Secom-MT)

Share Button

João Bosquo

João Bosquo, poeta e jornalista, editor deste blogue NAMARRA.COM.BR nas redes sociais: @joaobosquo

Você pode gostar...