Conselho Estadual de Cultura, ufa, enfim dá posse aos novos membros

Conselheiros e gestores inauguram nova fase do Conselho Estadual de Cultura Da Assessoria | O Conselho Estadual de Cultura e a Comissão de Intergestores Bipartite já estão em plena atividade. Na posse realizada nesta quarta-feira (26.07), os novos conselheiros eleitos por agentes da cadeia produtiva da cultura e os membros da comissão formada por gestores dos municípios e representantes da

Share Button
Continue lendo

Corrupção Socialmente Responsável – Por Eduardo Mahon

Por Eduardo Mahon | A corrupção brasileira é a mais improdutiva, predatória e concentradora que se tem notícia. É preciso educar os corruptos para a responsabilidade social da corrupção. Um corrupto responsável gera empregos, é ambientalmente equilibrado, não gasta com excentricidades e se envolve em projetos de corrupção solidária. O corrupto precisa se qualificar para multiplicar conhecimento. Isso significa que deve

Share Button
Continue lendo

Agora estamos sem a alegria contagiante de Martha Arruda, uma autêntica jornalista cuiabana

A jornalista Martha Arruda, que marcou o jornalismo de MT, como editora do DC Ilustrado, morreu aos 78 anos Por João Bosquo e Enock Cavalcanti | Agora estamos sem Matha Arruda, escrevo eu. Nosso amigo Enock Calvacanti escreverá: Grande, como era Grande – em reverência a esta mulher e jornalista que mexeu – sim, mexeu – com o jornalismo mato-grossense, no

Share Button
Continue lendo

O Meu Vizinho, Gustavo Lima e a Morte. Por Eduardo Mahon

O MEU VIZINHO, GUSTAVO LIMA E A MORTE (E.M) Mania besta de morrer. Como se não fôssemos todos nós para a mesma vala. Calma! Cada um terá vez. A gente morre. Inevitavelmente. Eu diria até pontualmente. Ainda assim, tem gente que morre em vida dezenas, centenas, milhares de vezes. Morro de vontade… é o que se diz. Morro de medo.

Share Button
Continue lendo

O lugar de tudo é em Marília Beatriz e o lugar de Marília Beatriz é na literatura mato-grossense pela eternidade – Por Eduardo Mahon

Viva, Marília Beatriz! Por Eduardo Mahon | A gestão de Marília Beatriz vai se despedindo com galhardia. Soma mais um troféu valioso para a literatura mato-grossense: a eleição de Aclyse Mattos. Nossa presidente merece o nosso aplauso. Não foi fácil. A responsabilidade, no caso dela, foi redobrada por uma tripla coincidência: Gervásio Leite, o poeta, jornalista, cronista, educador, deputado e

Share Button
Continue lendo

Lançamentos de “Contos Estranhos” transformam-se em bonde e agita Mato Grosso

Além do autor, Eduardo Mahon, participam dos eventos Ivens Scaff, Olga Castrillon, Cristina Campos e Marli Walker Por João Bosquo | O escritor Eduardo Mahon não para de nos surpreender. Além da intensa produção literária nos últimos anos, aliado às atividades de intelectual e ativista cultural – seja como presidente da Academia Mato-grossense de Letras (AML), Mahon agita meio Mato Grosso

Share Button
Continue lendo

Letras na Estrada – por Olga Maria Castrillon-Mendes

Por Olga Maria Castrillon-Mendes | Quem pensa que literatura só se faz com editores, livrarias e apoios externos, pode se surpreender com esta experiência que reúne um pouco de boa vontade e muito de humanidade. Uma proposta de difusão da literatura brasileira produzida em Mato Grosso coloca as letras na estrada. Tendo como gênese o 1º Encontro de Escritores Cacerenses, promovido pelo

Share Button
Continue lendo

Eduardo Mahon – cavaleiro andante da literatura, por Rubenio Marcelo

Por Rubenio Marcelo | Consta que Freud, aquele que explica sem explicitar, certa vez afirmou: “os poetas e os romancistas são aliados preciosos, e os seus testemunhos merecem a mais alta consideração, porque eles conhecem, entre o céu e a terra, muitas coisas que a nossa sabedoria escolar nem sequer sonha ainda”. Pois bem… são testemunhos – e experiências – desta

Share Button
Continue lendo

Festa na Academia Mato-grossense de Letras: Aclyse Mattos é eleito para a cadeira 3

A escolha do novo acadêmico aconteceu neste sábado, 17, em reunião da entidade na Casa Barão de Melgaço Aclyse Mattos, eleito para a cadeira 3 da Academia Mato-grossense de Letras,  se auto define como poeta nas horas cheias e professor nas horas vagas. Calcular essas horas, se elas são mais cheias ou mais vazias, não tem como. Não existe uma

Share Button
Continue lendo

A 2ª FLIC mostra que letras de MT estão vivas

A Festa Literária se expandiu e recebeu convidados de outros Estados e o escritor angolano Pepetela “Uma festa imodesta como esta Vamos homenagear Todo aquele que nos empresta sua festa Construindo coisas pra se cantar”…  Cantava Chico Buarque pela primeira vez, nos anos 70, os versos de Caetano Veloso, quando o “sinal está fechado” como cantaram também Belchior e Paulinho

Share Button
Continue lendo

Nomeação de Francisco Vuolo como Secretário de Cultura cria as melhores expectativas em todas as áreas de atividade cultural cuiabana

O Administrador Francisco Vuolo terá trabalho à frente da nova (de novo) pasta de Cultura de Cuiabá.  Mesmo porque o aniversário de 300 (trezentos) anos de fundação de Cuiabá já está na porta, faltam menos de dois anos. Como por todas às vezes que ocupou cargos públicos sempre se sobressaiu como bom e, melhor de tudo, nunca (nunca) foi acusado

Share Button
Continue lendo

Eu bem que avisei – Por Eduardo Mahon

EU BEM QUE AVISEI (E.M) Há um inconfessável gozo na expressão – eu bem que avisei. Um prazer erótico, mórbido, sádico e sórdido em ver concretizado o alerta que se deu a quem deu de ombros. Uma espécie de síndrome de Cassandra nos consome contra aqueles que fazem ouvidos moucos ao nosso mau augúrio mais bem-intencionado. Cassandra, coitada, recusou-se a

Share Button
Continue lendo

Uma alegre aula de literatura mato-grossense

Escritores, artistas e músicos numa festiva apresentação a alunos da rede estadual de ensino Por João Bosquo | Uma aula de literatura, com presença de escritores, música, humor, quase que um laboratório de como atrair o aluno jovem às letras, foi o que aconteceu na quinta-feira, 11, no auditório do escritório do jurista, escritor e acadêmico da Academia Mato-grossense de Letras

Share Button
Continue lendo

Cuiabá 300-2 vista e revista por nossos escritores e poetas

Cuiabá 300-2. Roubo o título de nosso cronista urbanista José Antônio Lemos dos Santos, o arquiteto que conhece Cuiabá 300 em todos os seus traçados. No seu último artigo, publicado também aqui neste Diário de Cuiabá, José Lemos lamenta a falta de continuidade da política urbanística registrada em lei, 30 anos atrás para comemorar os 300 de Cuiabá forma mais

Share Button
Continue lendo

Abre aspas: Para receber prêmios escritores são obrigados apresentar certidão criminal e que não devem IPTU

><>Matéria assinada pelo jornalista Vinicius Mendes, do MidiaNews, revela a indignação da escritora Cristina Campos – uma das vencedoras do prêmio MT Literatura – com as exigências para o governo de Mato Grosso pagar os R$ 30 mil prometidos no edital. São nada mais, nada menos que 19 – isso mesmo, dezenove – certidões, termos de declaração e até uma

Share Button
Continue lendo

A Gripe de Carlos Alberto – Um conto de Eduardo Mahon

Antônio Carlos era um sujeito comum, não fosse o nariz. O nariz em si, ele mesmo um alongamento da cara, não era nada escandaloso: longo, meio adunco, afinado na ponta. O que causou espanto era a capacidade que Carlos Alberto tinha de identificar todos os odores conhecidos e desconhecidos pela ciência. Foi assim que, com dezesseis anos, o jovem Carlinhos

Share Button
Continue lendo

Grupo ECCO da Universidade Federal de Mato Grosso patrocina trabalhos de vanguarda

Hoje, o Grupo ECCO da Universidade Federal de Mato Grosso pariu mais um trabalho acadêmico que faz jus à interdisciplinaridade a que o grupo de estudos contemporâneos se presta. A mestranda Raquel Mützenberg apresentou sua dissertação, acolhida por plateia lotada. Basicamente, os estudos (e práticas) da expositora dão conta da ressignificação do corpo no contemporâneo teatro de bonecos, num movimento

Share Button
Continue lendo

Eduardo Mahon faz superlançamento de “Contos Estranhos”

Além de cidades polos de Mato Grosso, escritor vai autografar novo livro em São Paulo e em Portugal Eduardo Mahon tem horas que parece menino, criança mesmo, quando vê os exemplares de um novo livro saído do forno. Ele não se contém e começa a distribuir livros para quem de alguma forma acredita que vai ler o conteúdo. O livro,

Share Button
Continue lendo

Ivens e as Asas de Ícaro

Ivens Cuiabano Scaff lançou Asas de Ícaro pela ed. Entrelinhas, obra que trata do amor. O surpreendente é que, já no título, comparou o sentimento humano ao delírio mitológico do personagem que pretende voar e chegar perto do Sol. O autor deixa claro, inicialmente, a leitura de que o amor (não a paixão, como seria costumeiro) não se coloca conservador

Share Button
Continue lendo

Renato Anselmo abre o coração e diz que já leu Dom Casmurro

O novo secretário Cultura de Cuiabá dá continuidade aos trabalhos e diz que a Casa Barão de Melgaço já está pronta para ser entregue à AML O novo secretário de cultura do município de Cuiabá, ufa!, começa a dar as caras. Foram semanas de espera para acontecer uma rápida entrevista pra fazer um perfil do titular que comanda as políticas

Share Button
Continue lendo

Entre aspas: Academia Mato-grossense de Letras ameaça Prefeitura de Cuiabá com ação de reintegração de posse da Casa Barão de Melgação, diz PautaExtra

><>O membro e ex-presidente da Academia Mato-grossense de Letras, Eduardo Mahon publicou em seu perfil no Facebook, que “a Academia Mato-Grossense de Letras notificou o Sr. Prefeito e o Sr. Secretário de Cultura de Cuiabá para que finalizem a obra atrasada na Casa Barão, sob pena de improbidade administrativa e ação de reintegração de posse” e o site Pauta Extra

Share Button
Continue lendo

Artistas, agentes culturais, produtores e agitadores detonam o método de escolha para o Conselho Estadual de Cultura

O pedido encaminhado ao governador Pedro Taques aponta falhas na nomeação da comissão provisória para eleição dos novos conselheiros Artistas, produtores e agentes culturais pedem ao governa- dor Pedro Taques que cancele o processo eleitoral para escolha da nova formação do Conselho Estadual de Cultura. A cultura, o segmento, a área, a cadeia produtiva da cultura, enfim, a classe cultural

Share Button
Continue lendo

DC Ilustrado: Resultado do MT Literatura só no dia 3 de fevereiro

A Secretaria de Estado de Cultura (SEC), comandada pelo maestro Leandro Carvalho, por meio de sua assessoria, no último dia 11 – portanto, estamos atrasados – publicou um comunicado avisando que “o prazo para a avaliação técnica das obras inscritas no 2º Prêmio Mato Grosso de Literatura foi alterado para o dia 30 de janeiro, conforme Portaria 001/2017 publicada hoje

Share Button
Continue lendo

Pobre País Rico – por Eduardo Mahon

Meus amigos, às vésperas do ano novo, trago más notícias. O Brasil não chegará a lugar algum no ano que vem, nem na próxima década. Muito menos Mato Grosso. Triste, né? Pois então. Em meio a tantas urgências do país, a maior das reformas é adiada indefinidamente. Tem gente que pensa ser a reforma política a nossa redentora. Ou a

Share Button
Continue lendo

Manual de instruções para um ano novo

É no sumidouro de dezembro que se classificam os anos. Há os que são leves. Espevitados, encasquetam em correr como doidos. Lembram de 1994? Pois então. Não tomam fôlego e nem água gelada. Começam como todos os outros, num janeiro qualquer e já pulam pra março; depois, pra julho e, quando menos se espera, alcançam novembro; daí então, é uma

Share Button
Continue lendo

Academia Mato-grossense de Letras comemora em sessão solene 95 anos de fundação

por João Bosquo e Enock Cavalcanti Um seleto público, seletíssimo para não dizer diminuto, prestigiou a sessão comemorativa aos 95 anos de criação da Academia Mato-grossense de Letras, na noite desta segunda-feira, 5. A festa rolou no centenário Palácio da Instrução (1913), justamente o local onde ocorreu há 95 anos a reunião de criação do Centro Mato-grossense de Letras, comandada

Share Button
Continue lendo

Ai de ti, Cuiabá – Por Eduardo Mahon

Por Eduardo Mahon Não vou me meter a pregador. O proselitismo enche infernos de muitas naturezas. Mas gosto muito da expressão “ai de ti, Jerusalém” que retrata o choque de Jesus ao chegar à capital hebreia. A frase é simples. Passa uma emoção verdadeira. Um homem que tem pena de uma cidade pelos caminhos que seguiu. Lembrando desse trecho, olho

Share Button
Continue lendo

Estado de Gestação – Por Eduardo Mahon

Por Eduardo Mahon O bordão “Estado de Transformação” é muito pretensioso. O que é transformação? Entendo que o novo governo propunha uma reformulação na forma de gerir a máquina pública, estancando os desvios dos administradores criminosos, o desperdício burocrático de servidores pouco engajados e, finalmente, o lançamento de uma plataforma consistente para o futuro em termos de educação. Transformação não

Share Button
Continue lendo

Agradeço a oposição

Por Eduardo Mahon Silval Barbosa não tinha oposição. Sem ninguém que colocasse freios, que fiscalizasse, que pressionasse, deu no que deu. Ele está preso, juntamente com outros integrantes que são confessos. Alguns elementos da quadrilha celebraram acordos de delação premiada, onde descreveram o funcionamento da organização criminosa e entregaram bens obtidos ilicitamente. Nenhum governo se sustenta sozinho, como todos sabem. É

Share Button
Continue lendo

Janaina Riva quer relatório do governo com gastos em propaganda

Por Jardel Silva / Da Assessoria A deputada estadual Janaina Riva (PMDB) apresentou na noite desta terça-feira (18.10) requerimento ao governo do estado para que apresente de maneira detalhada todo o gasto com mídia e pagamentos realizados aos veículos de comunicação entre os meses de janeiro a setembro de 2016. Segundo a parlamentar este mesmo requerimento já havia sido apresentado

Share Button
Continue lendo
1 2 3