O Roubo do Futuro – Por José Antônio Lemos

Por José Antônio Lemos| Foi noticiado no começo deste mês de julho que a União passará para a Vale do Rio Doce a construção de 383 quilômetros da Ferrovia de Integração Centro Oeste (Fico), ligando Água Boa (MT) a Campinorte (GO), onde se unirá a Ferrovia Norte-Sul, que nem funciona ainda. A notícia em si não surpreende pois tenho certeza que

Share Button
Continue lendo

A paralisação dos caminhoneiros escancarou para o Brasil o quanto é grave o problema da logística nacional de transportes

Caminhoneiros e Ferrovia Por José Antônio Lemos | A paralisação dos caminhoneiros escancarou para o Brasil o quanto é grave o problema da logística nacional de transportes. A história nos esfrega na cara que o problema vai muito além de transporte de cargas e pessoas, e chega a envolver a vida de uma cidade, região ou de um país. Mais que segurança

Share Button
Continue lendo

José Antônio Lemos: A ferrovia Vicente Vuolo também vem avançando, mas parou em Rondonópolis e virou então ferramenta de geopolítica em vez de logística, envolvendo exageradas ambições regionais e políticas

De 88 a 2018 Por José Antônio Lemos | Em artigo do início de 1989 avaliei o ano de 1988 como “talvez o mais positivo da história recente” de Cuiabá tendo por base o deslanche de alguns macroprojetos fundamentais para o desenvolvimento da cidade e do estado. Enfim tinha sido iniciada a construção da APM de Manso, a Sudam havia

Share Button
Continue lendo

A Mais Viável das Ferrovias – Por José Antônio Lemos

Este seria meu sétimo artigo com o mesmo título desde a década passada, mas desisti de numerá-los. A mais viável das ferrovias torna-se cada vez mais viável e ainda não está construída a dois anos do trigésimo aniversário de sua concessão pela União. Absurdo! Só não vê quem finge não ver. Enquanto isso todos perdemos ao longo das rodovias incompatíveis

Share Button
Continue lendo

Mato Grosso por Inteiro – por José Antônio Lemos

O encontro em Cuiabá no dia 14 passado do governador com o ministro das Relações Exteriores um dia poderá ser considerado um marco na história do desenvolvimento de Mato Grosso, extrapolando a região de Cáceres, foco principal da reunião. Os assuntos tratados abrangeram um conjunto de temas que podem ser sintetizados numa ambiciosa política de integração continental através da Hidrovia

Share Button
Continue lendo

Rondonópolis vive dia histórico com início de operação do terminal

Rondonópolis, MT – Os rondonopolitanos tiveram nesta quinta-feira (19) um dia histórico, com o início da operação do Complexo Intermodal Rondonópolis (CIR), que marca a chegada da ferrovia à região, oficializada pela presidenta Dilma Rousseff e o governador Silval Barbosa. O Projeto de Expansão Malha Norte – Ferrovia Vicente Vuolo (Ferronorte) começa a revolucionar a logística de Mato Grosso, como

Share Button
Continue lendo

Silval mostra determinação política para acelerar a obra

A reunião realizada para receber contribuições ao traçado da Ferrovia de Integração do Centro-Oeste (Fico) que vai ligar Lucas do Rio Verde (MT) a Campinorte (GO), ocorrida nesta sexta-feira (10), no Palácio Paiaguás, demonstra a determinação política do governo para efetivar com celeridade o modal, importante para o escoamento da produção mato-grossense. Prefeitos dos municípios por quais a ferrovia irá

Share Button
Continue lendo

Ferrovia é foco de reunião em Empresa de Projetos e Logística

Com Cristina Avezedo O governador Silval Barbosa, ao final da reunião na Empresa de Projetos e Logísticas (EPL), nesta terça-feira (13.03), classificou positivamente o encontro. Em reunião com o presidente da EPL, Bernardo Figueiredo, o assunto principal foi a Ferrovia Integração do Centro Oeste (Fico). A EPL confirmou as informações divulgadas da Agência Nacional Transportes Terrestres (ANTT), como o trajeto

Share Button
Continue lendo

Mato Grosso apunhalado – artigo de José Antônio Lemos

Antes que alguns levem a conversa para esse lado, adianto que não sou contra a Ferrovia da Integração do Centro-Oeste – FICO; sou contra terem amputado a Ferronorte em Rondonópolis para fazê-la. Não sou contra a ferrovia chegar a Lucas do Rio Verde, muito pelo contrário, como brasileiro e mato-grossense, desejo que chegue lá o mais rápido possível, aliás, por

Share Button
Continue lendo