A matéria da Record é bastante esclarecedora sobre a participação da Rede Globo no FIFAgate

NAMARRA | A reportagem sobre do depoimento do executivo argentino Alejandro Burzaco à Justiça de Nova York foi ao ar no dia 15, quarta-feira, no Jornal da Record. No depoimento o argentino delatou o esquema de corrupção na Fifa e  volta a afirmar que emissoras de TV pagaram propina para garantir os direitos de transmissão do futebol, entre elas a TV

Share Button
Continue lendo

Entre aspas: A Globo, as organizações Globo, está no radar do FBI, segundo matéria assinada por Luis Nassif

><>Eis um pequeno trecho, a Peça 3, da matéria que revela a enorme omissão do Ministério Público Federal, hoje um braço político da anarquia institucional que transformou o Brasil numa república de bananas. Peça 3 – o know how brasileiro e a Globo A FIFA é um escândalo eminentemente brasileiro, know how tupiniquim, desenvolvido pela Rede Globo, em parceria com

Share Button
Continue lendo

Mais uma arrasadora carta pública de Eugênio Aragão. Agora para o ‘intrépido’ procurador Deltan Dallaghol

Sobre palestras e a apropriação do público pelo privado Credores têm melhor memória do que devedores (Benjamin Franklin) Por Eugênio Aragão |Prezado ex-colega Deltan Dallagnol, Primeiramente digo “ex”, porque apesar de dizerem ser vitalício, o cargo de membro do ministério público, aposentei-me para não ter que manter relação de coleguismo atual com quem reputo ser uma catástrofe para o Brasil e

Share Button
Continue lendo

Um conto de Luis Nassif: Lava Jato e dois destinos, o juiz e o jornalista, Asmodeus e Gabriel

Por Luis Nassif | Mefistófeles ouviu as queixas do jornalista. Era o mais talentoso da sua geração e nunca tivera oportunidades no ambiente burocrático das redações. Era o mais inteligente da escola, mas nunca tivera a habilidade para ser sociável e reconhecido apenas pelos seus méritos. Ele queria o poder e Mefistófeles concedeu. Você será o primeiro, se aceitar comandar as

Share Button
Continue lendo

Luís Nassif: No crime, o poder das chefias depende apenas da meritocracia: não há concursos, nem carreiras pré-definidas, com planos de cargos e salários. E eles correm risco, pois não contam com a blindagem do Estado. São cruéis e são valentes.

Caso Marisa: a ética da Lava Jato e do PCC Luis Nassif Qual a intenção  de Sérgio Moro e dos Procuradores da Lava Jato em denunciar dona Marisa? Do ponto de vista jurídico, nenhuma. Jamais comprovaram que o tríplex era de Lula. Mesmo se fosse, não havia nada que pudesse ser impingido a dona Marisa. Ela não participava de discussões

Share Button
Continue lendo

Luis Nassif: O Rio de Janeiro é o Brasil amanhã, com a combinação de três ingredientes explosivos

><>O jornalista Luis Nassif, em seu xadrez comenta a situação e o caminho que se abre, por falta de projetos para administrar o país. Ele não cita, mas posso dizer a falta de caráter, espírito de cidadania, de civilidade e de um mínimo de amor ao próximo, embora muitos se dizem cristãos. Eis o último ítem: Jogada 4 – os

Share Button
Continue lendo

Luís Nassif detona Carmen Lúcia, presidente do STF: uma ministra sem noção

A comandante e seus subordinados (trecho) Por Luís Nassif Nos postos de comando que exerceu, deixou mágoas em muitos funcionários por seu estilo brusco, autoritário, muito diferente da imagem pública da doce professorinha mineira. Na presidência do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) em pelo menos duas ocasiões cometeu erros graves e tentou jogar nas costas dos funcionários. Um dos episódios foi

Share Button
Continue lendo

Xadrez do aprofundamento do Estado de Exceção, artigo de Luis Nassif

><>Ou o Brasil volta correndo, ligeiro, ao estado normal de direito e expurga o estado de exceção cujo comando está em Curitiba, ou a crise vai se aprofundar e ao chegarmos ao fundo do poço não teremos forças, nem lideranças, para trazer o país no caminho do crescimento e do estado democrático. Peça 1 – o cenário provável Traçar cenários

Share Button
Continue lendo

A diferença dada por Janot às denúncias com provas contra Aécio e as denúncias sem provas contra Lula – por Luís Nassif

Por Luis Nassif Quando a denúncia se baseia na “convicção” do acusador, ele passa a ser o dono do julgamento. Utiliza a “convicção” como quiser, para denunciar inimigos e para absolver os aliados. Monta-se a salada de indícios para dar impressão de volume de provas e dispara-se o pastel de vento para a mídia. Não se venha com a história

Share Button
Continue lendo

Jornalista Luis Nassif questiona: É possível que Serra esteja neurologicamente decrépito?

><>Meu Peixe pediu para replicar, não consegui resistir então vamos nós: Luís Nassif faz uma rápida narrativa da trajetória do político José Serra, senador por São Paulo, e hoje ministro das Relações Exteriores. Comenta a tibieza do ministro ao ‘decifrar’ a sigla Brics – acrônimo criado Jim O’Neill, em um estudo de 2001 intitulado “Building Better Global Economic BRICs”. Note, 2001. A sigla

Share Button
Continue lendo