Uma boa notícia: Infrações referentes ao uso do celular no trânsito reduziram 10%

Foto: Marcos Vergueiro

Por Sid Carneiro | As infrações relacionadas ao uso de celular ao dirigir no trânsito de Cuiabá reduziram 10%, segundo dados da Secretaria de Mobilidade Urbana (Semob).

Entre janeiro e 13 de junho de 2017, a Semob registrou 3.760 infrações, incluindo uso, manuseio e segurar o celular. No mesmo período de 2016, as infrações eram apenas na modalidade manusear e falar ao celular com 4.150 registros, consideradas gravíssimas com multa de R$ 293,00 e sete pontos na habilitação do condutor. Neste ano, foi acrescentando nesse tipo de infração, a modalidade segurar o celular, infração média com multa de R$ 165,00 com cinco pontos.

Segundo o Coordenador de Fiscalização de Trânsito da Semob, Lucimar Martins Sobrinho, a queda nas infrações teve como fator principal a fiscalização eletrônica e as frequentes campanhas educativas que estão promovendo mudanças no comportamento no trânsito entre os motoristas em Cuiabá.

“Os motoristas assimilaram as campanhas de conscientização, além de observarem os pontos de fiscalização por vídeo monitoramento que inibe as infrações do uso de aparelho de celular, embora a central de videomonitoramento ainda registre flagrantes neste sentido”, disse Lucimar.

O trânsito de Cuiabá é fiscalizado 24 horas pelo sistema de videomonitoramento com o apoio de 35 câmeras instaladas em pontos estratégicos da cidade com maior fluxo de veículos. “As câmeras auxiliam os agentes de trânsito com imagens de dentro dos carros e muitas pessoas sabem disso e evitam falar ou atender o celular enquanto dirigem”, afirmou.

Lucimar alerta ainda para os riscos de acidentes quando o condutor decide fazer uso do celular ao volante. “Os riscos são iminentes, não só para quem usa o celular, mas também para os demais usuários das vias, incluindo os pedestres. E esses riscos podem ser evitados”, avalia.

Fonte: Secom Cuiabá

><>A fiscalização eletrônica é fundamental – na nossa opinião – para reduzir os acidentes no trânsito.

Algumas vozes, como sempre acontece, são contra os radares, pardais, lombadas e semáforos eletrônicos, dizendo que é a indústria da multa, esquecendo que a multa só acontece por conta da infração por parte do condutor de veículos.

Pesquisas recentes mostram que falar ao celular, enquanto dirige, é principal causa de acidentes, superando a bebida, por isso hoje é considerada uma falta gravíssima e multa de quase R$ 300.

“>

Share Button