Uma imitação de soneto: Além da Imaginação

“Mil dias antes de te conhecer”
Chico Buarque

Quando os navios chegaram com as vidraçarias
No antigo Porto Cuiabá pra construção do Palácio
Dos intendentes que governavam a província
Ninguém sabia que os cristais se espatifariam

Quando o sol se pôs além do antigo oceano
Que nasce nas chapadas dos ditos Guimarães
A história, nossa história, ninguém sabia narrar
Além das lendas de amor dos bichos e peixes

O gás neon dos painéis que iriam profetizar
Toda a trajetória de encontros e desencontros
Vieram em outras embalagens de teco-teco

Apesar das escrituras, cartas de tarô, borra de café,
Anúncios nos classificados em antigos jornais diários
Ninguém podia prever nada antes do posterior alvorecer.

><>Este poema faz parte do livro “Imitações de Soneto – Ou De Falar Pantanal”, que continua à venda. Tratar pelo messeger do Facebook.com/JoaoBosquoCartola.

Share Button