Visita às obras do MOP do Marechal Rondon deixa o setor turístico entusiasmado

A visita ao canteiro de obras do Módulo Operacional (MOP) no Aeroporto Internacional de Várzea Grande/Cuiabá – Marechal Cândido Rondon na tarde desta quarta-feira (03.08), capitaneada pelo secretário-extraordinário de Estado de Acompanhamento da Logística Intermodal de Transportes, Francisco Vuolo, acompanhado do superintendente do aeroporto, João Marcos Coelho Soares, do presidente da Agência Estadual de Execução das Obras da Copa do Mundo Fifa Brasil 2014 (Agecopa), Eder Moraes, provocou um misto de alívio e euforia nos representantes do trade turístico de Mato Grosso, que também visitaram o local das obras.

A construção, iniciada na última semana de julho, já está em fase de conclusão das fundações (sapatas) que vão dar sustentação a parte estrutural do MOP que, segundo o superintendente do aeroporto, João Marcos, ela deverá estar concluída em novembro deste ano.

O secretário Francisco Vuolo lembrou que o MOP “vai desafogar em muito o desembarque – que é o ponto crítico hoje, sem dúvida alguma do Marechal Rondon. O mais importante, contudo, é que o cronograma que foi estabelecido pelo Governo do Estado está sendo cumprindo rigorosamente”.

Vuolo disse que o MOP é o primeiro momento do cronograma assinado com a Infraero. O segundo momento é a construção da ampliação e reforma do Aeroporto Mal. Rondon. Na construção do módulo operacional são investidos R$ 2,25 milhões e na reforma estão previstos investimentos na ordem de R$ 82 milhões e deverá estar concluída para receber os turistas para a Copa do Mundo de 2014.

A obediência ao calendário divulgado anteriormente é que deixaram os representantes do trade turístico bastante entusiasmados. “Saiu do papel”, exaltou o presidente do Sindicato dos Hotéis, Bares e Restaurante em Mato Grosso, empresário Luiz Carlos Nigro. Ele destacou que “é importante ver a obra em andamento, saindo do papel e, é bom ressaltar que está sendo executada por uma empresa séria, que vai cumprir o prazo estipulado”.

Após essa primeira etapa ser concluída (fundações) vão ser instalada os pilares e vigas que irão abrigar a estrutura de 675 m². Essa estrutura vai ampliar a capacidade do aeroporto em 800 mil passageiros por ano, além de aumentar o nível de conforto do terminal para as pessoas que vão recepcionar os passageiros. O MOP terá a mesma estrutura dos Terminais tradicionais, como isolamento termoacústico, climatização, sistema de som, Sistema Informativo de Voo e duas novas esteiras de desembarque de bagagens. “Vamos proporcionar mais conforto e segurança aos nossos clientes”, disse o superintende.

Participaram da visita o deputado federal Wellington Fagundes, o deputado estadual Emanuel Pinheiro, o prefeito de Várzea Grande, Sebastião Gonçalves, os vereadores varze-grandenses Gonçalo (Maninho) de Barros e Charles Caetano, o empresário Roberto Garcia, da Engeglobal Construções, Oiran Guitierrez, presidente do SindiTur, e Jaime Okamura, presidente da Associação Brasileira de Empresas de Organização de Eventos (Abeoc).

Fonte: Secom/MT

Share Button